Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
01 de Abril de 2009

O troço do IP2 entre a Junqueira (Torre de Moncorvo) e o Pocinho vai aproveitar o traçado já existente, com excepção da travessia do rio Douro que continua em fase de estudo prévio. Aquando do lançamento da auto-estrada do Douro Interior, o Governo propôs um conjunto de estudos para essa travessia sendo que uma das soluções sugeria a construção de um novo traçado, praticamente paralelo ao já existente. No entanto, perante a possibilidade de chumbo em sede de impacto ambiental, devido aos valores patrimoniais, culturais, naturais e geológicos, os estudos foram retirados e, agora, o Governo voltou ao “modelo antigo” de manter o actual traçado.

Para o autarca moncorvense, Aires Ferreira, foram anos “perdidos”, tempo e dinheiro, em estudos “mirabolantes” e agora, “com a brincadeira”, o troço a requalificar ficará, provisoriamente, fora da concessão do Douro Interior.

Ainda assim, “feliz” porque “o bom senso prevaleceu”, o autarca não pôde deixar de recordar a luta de mais de 20 anos pelo avanço do IP2, luta essa em que, muitas vezes, se sentiu a “falar sozinho”.

Por isso, Aires Ferreira entende que é essencial avançar com a repavimentação do troço quanto antes, até devido ao avançado estado de degradação em que este se encontra.

Em fase de estudo continua a ligação entre as duas margens do rio. O secretário de Estado Adjunto, das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Paulo Campos, apontou já duas possíveis soluções: a utilização da ponte rodo – ferroviária como alternativa para unir as duas margens ou a construção de uma nova travessia a uma quota inferior à que foi analisada inicialmente.

A requalificação do troço entre a Junqueira e o Pocinho, numa extensão de 16 quilómetros, estará concluída no segundo trimestre de 2010.

Na visita ao distrito, o secretário de Estado aproveitou ainda para lançar a obra de beneficiação da estrada nacional 220, entre Torre de Moncorvo e a estação de Freixo de Espada à Cinta. A obra vai custar 3,1 milhões de euros e estará concluída no primeiro trimestre de 2010.

 

 

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
26
blogs SAPO