Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
31 de Março de 2009

 A estrada nacional entre Bragança e Rio de Onor, numa extensão de 23 quilómetros, vai ser requalificada pelo Governo. A obra foi lançada pelo secretário de Estado Adjunto, dos Obras Públicas e das Comunicações, Paulo Campos, em Bragança, na passada sexta-feira, mas não corresponde aos anseios do autarca local.

Jorge Nunes pretendia que o projecto de requalificação contemplasse a possibilidade da via passar a auto-estrada até para garantir a ligação entre Bragança e Léon e Bragança – Puebla de Sanábria, evitando “erros do passado”.

“Não podemos cometer os mesmos erros como aconteceu no troço do IP4, entre Bragança e Quintanilha, em que a câmara, há nove anos atrás, reivindicou que a ponte tivesse perfil de auto-estrada e agora, passados oito anos, vão ser construídas pontes paralelas uma vez que a solução não foi feita nessa altura. Foi um erro e um desperdício em termos económicos”.

No entanto, no entender do secretário de Estado, “não faz qualquer sentido” dotar a estrada que liga a capital de distrito à fronteira de um perfil de auto-estrada até porque a mesma não tem tráfego que justifique essa opção e atravessa o Parque Natural de Montesinho, o que só por si é um entrave em termos ambientais.

“A estrada até Rio de Onor satisfaz as necessidades e o tráfego que hoje tem. Alem disso é uma estrada que atravessa o Parque Natural de Montesinho pelo que qualquer decisão terá de ser analisada do ponto de vista ambiental”.

Apesar das movimentações que têm sido feitas por parte de várias entidades portuguesas e espanholas, Paulo Campos referiu ainda que a ligação entre Bragança e Léon por auto-estrada nunca foi discutida oficialmente entre os dois Governos. O município de Bragança, em conjunto com outros municípios espanhóis e várias entidades empresariais dos dois lados da fronteira, chegou mesmo a enviar documentação aos governos dos dois países, mas, segundo Paulo Campos, os governos têm tratado de outros “canais prioritários”.

A requalificação da estrada entre Bragança e Rio de Onor vai custar seis milhões de euros e estará pronta no segundo trimestre de 2010. Entretanto, do lado espanhol há já a confirmação da construção da estação do TGV na Puebla de Sanábria, que estará pronta em 2012.

O anúncio foi feito pessoalmente pelo autarca da localidade, José Fernandes, que fez questão de vir a Bragança para conhecer melhor o projecto de requalificação da estrada 218. Mas se o “alcaide” vinha com a “ilusão de ver que estrada se fazia”, depressa se desiludiu com o que chamou “falta de ambição”: “ Apenas falta a ligação entre a Puebla de Sanábria e Bragança e teríamos óptimas acessibilidades. A este projecto falta ambição”.

Ainda assim, o autarca brigantino prefere manter o “optimismo” até porque está convicto que será encontrada uma “solução” que salvaguarde, num futuro próximo, a construção de uma via rápida ou de um troço de auto-estrada de ligação entre Bragança e Léon. Apesar das “convicções”, o secretário de Estado afirmou ainda que a ligação a Léon é assunto que nunca foi discutido oficialmente entre os dois Governos e que, neste momento, há outros canais com prioridades.

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
30
blogs SAPO