Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
31 de Dezembro de 2008

Cerca de 900 pessoas de cinco aldeias do concelho de Mirandela passaram o Natal sem electricidade. As populações de Abreiro, Milhais, Avidagos, Palorca e Vila Boa estiveram sem energia eléctrica cerca de 21 horas (das 19 horas do dia 25 de Dezembro e as 16 horas do dia seguinte) devido “ao peso do gelo que partiu vários fios de electricidade”, avançou fonte da EDP Distribuição.

Ao final da manhã do dia 26, a população de Abreiro também ficou sem telefones, igualmente devido à forte concentração de gelo, fruto de seis dias sem ver o sol. “Desde sábado que só temos nevoeiro e geada com temperaturas muito baixas”, contou, ao Mensageiro, Maria Idalina Lima, habitante de Abreiro, desgostosa pelo facto de poucos quilómetros mais adiante o sol ter sido uma constante nos últimos dias.

A EDP teve várias equipas no terreno a reparar os fios e os vários postes de transformação afectados, resolvendo a situação às quatro da tarde de sexta-feira, altura em que também ficou solucionada a avaria nos telefones.

Maria Idalina Lima revela ainda que, devido ao corte de electricidade, uma padaria e um lagar de azeite estiveram encerrados e os mais idosos, que apenas têm aquecedores eléctricos, “tiveram que se deslocar para habitações de familiares com lareira para não apanharem frio”, conta.

Entretanto, algumas horas depois, as aldeias de Abreiro e Milhais voltaram a ficar sem electricidade até às 17.00 horas de sábado, 27 de Dezembro, recorrendo a EDP a geradores para alimentar as casas das duas aldeias do concelho de Mirandela, enquanto procediam aos trabalhos de reparação de vários fios de electricidade que caíram devido à quantidade de gelo que se acumulou, após seis dias consecutivos de geadas.

O presidente da junta de freguesia de Abreiro, José Viriato, revelou que as equipas da EDP estavam a ter dificuldades em reparar as linhas afectadas pelo gelo, por isso a empresa recorreu a geradores para alimentar os cerca de 300 habitantes das aldeias de Abreiro e Milhais.

 

Paisagem deslumbrante

Durante seis dias consecutivos, os habitantes de Mirandela não viram o sol. Geadas e nevoeiro marcaram presença desde o dia 21 até 26 de Dezembro e transformaram a paisagem num manto branco, ao contrário do que aconteceu em localidades limítrofes dos concelhos de Vila Flor e Macedo de Cavaleiros, onde, diariamente, os habitantes acordavam com sol radiante.

A este fenómeno dá-se o nome de Sincelo, ou Sanceno que acontece em situações de neblina aliado a uma temperatura abaixo dos 0ºC, que resulta do congelamento das gotas de água em suspensão, produzindo o mesmo efeito que uma nevada, bem como a criação de cristais de gelo.

 

Fonte: Mensageiro Notícias

publicado por Lacra às 11:01

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
21
blogs SAPO