Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
27 de Novembro de 2008

 O pintor António Afonso foi condenado, pelo Tribunal de Bragança, a pagar uma indemnização de cinco mil euros à também pintora Helena Canotilho, pelo crime de difamação.

O caso remonta a 2006, altura em que António Afonso, numa entrevista a uma rádio local, acusou a artista Canotilho de ter burlado a câmara de Bragança em milhares de euros com a venda de retratos a óleo que, segundo ele, não passavam de impressões digitalizadas.

Em causa estão três quadros, retratos de antigos presidentes da Câmara de Bragança, que estão em exposição na sala de actos do Teatro Municipal. A pintora tem ainda mais quatro quadros do género, a par com um retrato de António Afonso, quatro retratos da pintora Ofélia Marrão e outros quatro de Manuel Ferreira. 

Helena Canotilho decidiu avançar para Tribunal e pediu uma indemnização de 65 mil euros, mas o Tribunal considerou apenas o valor de cinco mil euros. A pintora decidiu, por isso, recorrer da sentença uma vez que alega danos morais e patrimoniais. Desde que começou o julgamento, a pintora nunca mais terá sido contactada para nenhum trabalho.

António Afonso já admitiu ter “exagerado” nas acusações, mas mantém que as pinturas não são a óleo, mas antes “uma técnica mista”, conforme ficou comprovado no relatório elaborado pelo Instituto dos Museus e da Conservação.

O relatório concluiu que para a execução cromática, não se elimina a hipótese de, pelo menos as grandes áreas, terem sido executadas segundo qualquer processo decorrente de uma impressão mecânica, sobre as quais foram então efectuadas outras camadas cromáticas, marcações e desenho. É ainda colocada a hipótese de ter sido adicionado óleo às tintas acrílicas para se obter pinceladas com algum volume.

Tudo aponta, segundo o relatório, que as pinturas em causa se realizaram “com uma técnica mista, sendo usado na sua elaboração tintas de secagem rápida (acrílicas) às quais, por vezes, se associou uma fracção de óleo”.

 

Uma pesquisa na internet:

Podem-se misturar óleos e acrílicos?

Se a pergunta é referida á mistura dos dois tipos de tinta, a resposta é definitivamente, não.

No entanto sim é possível, fazer um quadro em acrílico e depois pintar por cima em óleo.

Esta técnica é muito útil quando se deseja fazer uma rápida iniciação em qualidade rascunho antes de aplicar ou em lugar de aplicar a emulsão de gesso

No entanto, não é recomendável aplicar acrílico por cima do óleo.
Os acrílicos são tintas a base de água, quando se tenta pintar com acrílico por cima do óleo esta tinta deslizará (da mesma maneira que a agua por cima das penas dos patos) Isto não é aparente a primeira vista. Fonte: aqui

A inveja é mesmo, um sentimento nada nobre...
ARPires a 16 de Janeiro de 2010 às 10:01
últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
pesquisar neste blog
 
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
16
17
23
blogs SAPO