Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
19 de Agosto de 2009

“Acabar com a oligarquia que se vive em Freixo de Espada à Cinta” - é o propósito da candidatura do PSD/CDS-PP, liderada por António Morgado à autarquia e que foi apresentada, nesta terça-feira, a toda a população.

O candidato acusa o actual autarca, José Santos, de “dominar” todas as instituições públicas do concelho, desde a câmara, à Santa Casa da Misericórdia, Adega Cooperativa ou Coopafreixo.

“Tem o poder absoluto e domina todas as fontes de emprego. Só não domina a escola, embora tenha tentado”, acusou.

A “prova” do que considera como “despotismo” foi a própria recusa da autarquia em ceder o Auditório Municipal para a apresentação da sua candidatura. Segundo o candidato foram enviados dois ofícios solicitando o espaço, tendo o mesmo sido recusado dado que, segundo resposta da autarquia, “um comício dá azo a exteriorizações de comportamentos que podem condicionar a conservação do espaço”. O município informou ainda que iria apreciar e votar o assunto em reunião de câmara, não tendo informado o candidato sobre qual a decisão da deliberação.

“O presidente entendeu que não deveria ceder o Auditório Municipal, numa atitude de desprezo para com os conterrâneos opositores, e decidimos alugar o salão dos Bombeiros Voluntários por 250 euros”, explicou.

António Morgado diz ainda que com esta atitude, a câmara desrespeita o direito da igualdade de propaganda, podendo o candidato apresentar queixa no Ministério Público.

“Podia, mas não vou fazer. Deixo que o povo julgue as suas atitudes de excesso de despotismo”, afirmou.

Na lista, com António Morgado, concorre, em segundo lugar, Maria do Céu Quintas, e em terceiro lugar Gilberto Pintado, do CDS/PP. À Assembleia Municipal concorre Francisco Calvão. Da lista fazem ainda parte outros membros ligados ao PS, segundo o candidato, “históricos do PS de Freixo de Espada à Cinta”.

“Estão do meu lado porque o presidente da câmara entendeu também que o partido era dele e houve elementos que resolveram sair”, apontou.

António Morgado está convencido que poderá alcançar a vitória nesta corrida autárquica, pese embora a autarquia PS esteja no seu primeiro mandato.

“Tem havido muito desgaste político devido ao controlo das várias instituições e é um desgaste visível para as pessoas do concelho. As pessoas sentem-se intimidades porque o presidente controla tudo e, por isso, querem a mudança”, afirmou.

As prioridades de António Morgado passam por uma aposta na criação de emprego no concelho, na dinamização da economia através do fortalecimento das estruturas locais de modo a permitir que os jovens se fixem no concelho. As políticas sociais, nomeadamente as políticas vocacionadas para a terceira idade, bem como a requalificação urbana são outra das prioridades da candidatura PSD/CDS-PP.

O candidato afirma que tem “sentido” o apoio da população à sua candidatura, pese embora, considere que “actualmente não há liberdade de expressão”.

 

publicado por Lacra às 11:20

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
16
21
22
23
blogs SAPO