Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
18 de Agosto de 2009

No próximo ano, a Festa da História vai ser alargada a toda a envolvente do Castelo de Bragança, de forma a trazer os expositores para mais próximos do centro da cidade.

O evento terminou ontem e contou com mais de 80 artesãos, maioritariamente vindos de França, Espanha, Inglaterra e Marrocos, participaram no evento, alguns pelo terceiro ano consecutivo. O número de artesãos locais a participar também cresceu nesta edição, segundo o autarca Jorge Nunes.

“Este ano já houve uma maior participação de artesãos do distrito, acima das duas dezenas”.

Ao longo de três dias o Castelo recuou até ao século XI, numa altura em que o reino se mobilizava contra a ocupação muçulmana da Península Ibérica. A Associação Bragança Histórica, em coordenação com a organização do evento, apresentou uma peça e um torneio medieval a ficcionar o quotidiano da época e o ritual da hipotética investidura de D. Mendo Alão, fundador da linhagem “Os Bragançãos”.

“Foi um grande espectáculo, muito bem preparado, com muita participação voluntária dos cidadãos e com um texto histórico de rigor”, considerou o autarca.

A Festa da História realiza-se no âmbito das Festas da Cidade e corresponde a um desejo antigo do actual presidente da Junta de Santa Maria

“É uma festa insubstituível, uma marca de Bragança, uma actividade que nos transporta para as nossas raízes e para o passado, lembrando a longa história e a importância histórica da cidade”.

Um evento que remete para “portugalidade” embora com organização de “nuestros hermanos”. Ainda assim, Jorge Novo lembra que também a feira medieval de Santa Maria da Feira, a maior do país, conta com a ajuda de uma organização espanhola.

“O que queremos é que a Festa da História evolua, como a de Santa Maria da Feira evoluiu, apesar do nosso orçamento ser bem mais reduzido, na ordem dos 300 mil euros”, apontou.

No próximo ano, para além do alargamento do espaço à envolvente do Castelo, será dada continuidade à peça de teatro e ao torneio medieval, com a protagonização do rapto e união de D. Mendo Alão, fundador da linhagem dos Bragançãos, com a Princesa da Arménia.

 

publicado por Lacra às 14:32

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
16
21
22
23
blogs SAPO