Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
23 de Novembro de 2010

Os salários dos trabalhadores do Matadouro do Cachão, em atraso desde Outubro deste ano, vão ser pagos pelas câmaras de Mirandela e de Vila Flor.

A decisão foi tomada na última Assembleia Municipal de Vila Flor, realizada extraordinariamente, por iniciativa da CDU, tendo em vista unicamente a análise e discussão da situação financeira daquela empresa.

O autarca de Mirandela, José Silvano, foi convidado a comparecer e reconheceu que “têm havido má gestão no Matadouro do Cachão”. A par com Artur Pimental, presidente da câmara de Vila Flor, os dois autarcas comprometeram-se a pagar os salários em atraso e a apresentar propostas de viabilização do Matadouro, sem comprometer os postos de trabalho existentes.

Recorde-se que os municípios de Mirandela e de Vila Flor são detentores de 98,2 por cento do capital do Matadouro do Cachão. A CDU, em comunicado à imprensa, diz “esperar que os dois municípios paguem a tempo e horas os salários do mes de Novembro e o subsídio de Natal aos trabalhadores”.

José Prudêncio, eleito da CDU para a Assembleia Municipal de Vila Flor, não deixou, no entanto, de notar que a situação financeira em que o Matadouro do Cachão se encontra é fruto “dos graves erros de gestão”, nomeadamente, “a não comparência de membros da administração na empresa, a não atribuição de responsabilidades de chefia a qualquer trabalhador, a falta de equipamento adequado para os trabalhadores da secção de abate”, entre outras.

“Sabemos que os trabalhadores desconhecem a quem se dirigir para pedir orientações sobre eventuais problemas que possam surgir no desempenho das suas tarefas. Sabemos que não se procede à cobrança de dívidas dos clientes em tempo razoável”, apontou.

A CDU diz ainda que a “solução” que a administração terá dado aos trabalhadores, caso em Dezembro deste ano continuassem sem receber os respectivos salários, seria o encerramento. José Prudêncio questiona, por isso, “se há mesmo negociações e quais os termos desse negócio”.

O deputado da CDU diz ainda que nas duas únicas vezes no ano em que a administração terá reunido com os trabalhadores, cada um dos três administradores terá recebido seis mil euros por reunião. “Haja moralidade!”, reclamou.

Ainda assim, José Prudêncio considera que ainda há tempo para salvar a empresa, “assim haja vontade política”.

Em causa estão os interesses de 43 trabalhadores, dos quais 21 deles têm mais de 50 anos.

As câmaras de Mirandela e Vila Flor já se comprometeram a resolver a situação. 

06 de Agosto de 2010


Um homem, de 36 anos, morreu esta sexta-feira no concelho de Vila Flor, em Bragança, num acidente de trabalho na construção de um troco do IC5.

De acordo com o  comandante dos bombeiros de Vila Flor, o homem, cabo-verdiano de nacionalidade, caiu de um viaduto de sete metros de altura. Ainda não se sabe o que estará na origem do acidente.

Quando os bombeiros chegaram ao local o homem ainda estaria vivo, embora inconsciente. Foi transportado para o Hospital de Macedo de Cavaleiros, mas devido à gravidade dos ferimentos foi accionado o helicóptero do INEM para que a vítima fosse transportada para o Hospital de S. João, no Porto. O homem acabou por morrer.

Na construção da via Douro Interior, que engloba o IC5 e o IP2, morreram já quatro pessoas nos últimos dois meses.

Fonte: JN
publicado por Lacra às 15:16
tags: ,
25 de Maio de 2010

Uma idosa que se encontrava desaparecida desde sábado em Vila Flor, no distrito de Bragança, foi encontrada esta terça-feira, ao final da manhã, aparentemente sem problemas de maior, tendo sobrevivido três noites ao relento no monte.

 

«Estava um pouco fraquinha, mas não estava molhada nem suja de terra», contou à Lusa o sobrinho e afilhado, Luís Mónico, que não esconde a alegria depois de quatro dias de buscas intensas em que a família chegou a temer o pior.

A senhora de 77 anos sofre de Alzheimer e foi encontrada no monte a cerca de «dois três quilómetros» da aldeia de Benlhevai, no concelho de Vila Flor, de onde desapareceu de casa sábado à tarde.

Bombeiros, GNR, cães pisteiros, familiares e amigos já tinham batido toda a zona, inclusive o local onde Elvira foi descoberta hoje às 11:30 depois de alguns elementos das equipas de busca terem sido alertados por «uma barulho».

«Estava de pé e juntou gestas para fazer lume, mas não tinha fósforos», segundo o sobrinho/afilhado que ainda não conseguiu perceber como e onde se abrigou ao longo deste quase quatro dias.

Quando chegou junto dos familiares reconheceu «a netinha» e o «afilhado», mas sobre o que se passou disse apenas: «a minha cabeça não está boa».

Consequência da doença, a idosa perde com frequência a noção do local onde se encontra e essa desorientação poderá ter originado o seu desaparecimento. A mulher foi encaminhada para o hospital de Mirandela, onde se encontra em observação.

 

Fonte: Lusa/Diário IOL

publicado por Lacra às 16:43
24 de Maio de 2010

Uma idosa de 77 anos está desaparecida, há três dias, na zona de Benlhevai, Vila Flor, no distrito de Bragança, sem que as buscas tenham dado até ao momento qualquer indício do seu paradeiro, disse hoje fonte da GNR.

 

De acordo com informações da GNR de Bragança, a mulher sofre de Alzheimer, doença que poderá estar na origem do seu desaparecimento.

A idosa perde com frequência a noção do local onde se encontra e essa desorientação poderá ter originado o desaparecimento sábado à tarde na aldeia de Benlhevai.

publicado por Lacra às 13:38
20 de Maio de 2010

Um operário de 52 anos morreu, ontem manhã, depois de ser colhido por um bulldozer, nas obras do IP2, em Assares, Vila Flor, distrito de Bragança.

O acidente deu-se pelas 11h30, quando um bulldozer recuou para facilitar a manobra de descarga de pedras a um camião. Não se tendo apercebido logo da marcha-atrás, o homem caiu quando tentou fugir e foi colhido pela máquina que quase o cortou ao meio. Quando os bombieros chegaram ao local já não havia nada a fazer.

O IP2 irá ligar Macedo de Cavaleiros a Celorico da Beira e faz parte da Concessão Douro Interior.

publicado por Lacra às 08:50
30 de Março de 2010

Restos de placenta, sangue, guardanapos de papel e pensos. Foi este o cenário que Mário Oliveira, vigilante do Santuário de Nossa Senhora da Assunção, em Vilas Boas, Vila Flor, encontrou domingo de manhã na casa de banho, quando fazia a habitual visita às instalações.

Terá sido feito um aborto naquele espaço, sendo que a GNR está a investigar. O delegado de saúde confirmou que se tratava de uma placenta de uma gestação de dois a três meses. Ontem, as autoridades policiais visitaram centros de saúde e hospitais, mas nenhuma mulher foi identificada.

'Vi a porta rebentada, o chuveiro ainda a deitar água, as paredes e o chão com sangue, e o ralo entupido com o que parecia uma tripa. Ainda pensei que fosse de algum animal', contou ao CM Mário Oliveira. 'Só quando a minha mulher veio cá é que disse que era de um aborto. Liguei logo à GNR', recorda o vigilante, ainda incrédulo.

A placenta foi recolhida e levada para o Instituto de Medicina Legal de Mirandela, para análise. 'Há mais de 25 anos encontrei no Santuário um feto com a cabeça esmagada embrulhado num jornal', recordou Cármen Seabra, mulher do vigilante.

 

Fonte: Correio da Manhã

05 de Março de 2010

Freixo de Espada à Cinta vai receber, já no próximo dia 7 de Março, a primeira etapa do Open Regional de Maratonas, uma competição a disputar por etapas, da responsabilidade da Associação Regional de Ciclismo e Ciclo Turismo de Bragança, que, há um ano, teve um êxito considerável, com participação massiva em todas as etapas do Open.

A prova inaugural, a disputar nas paradisíacas paisagens do Douro Internacional, vai desdobrar-se em dois eventos, à semelhança do que já acontecia há um ano, nos passeios de BTT do Open. Para os mais capazes em cima das bicicletas, e pontuável para o Open, vai haver um percurso com cerca de 65 km, para os menos aficionados a esta modalidade ciclista a organização preparou uma meia maratona, com cerca de 30 km.

Da responsabilidade da Câmara Municipal de Freixo de Espada à Cinta e da Juventude em Movimento, o Trilhos do Douro terá início ainda na sexta-feira, com a abertura do secretariado na Feira Transfronteiriça, que acontecerá na vila nordestina.

No sábado, junto ao Auditório Municipal, dar-se-á o tiro de partida para competição, havendo depois paragens intermédias para o reforço alimentar. A partir das duas da tarde, acontecerá o almoço convívio que encerra o evento desportivo.

O Open Regional de Maratonas terá, esta temporada, nove etapas (ou nove provas pontuáveis) para se encontrar o campeão 2010. Depois da etapa de Freixo, acontecerá, dia 21 de Março, a Maratona à Descoberta do Azibo, da responsabilidade do clube macedense da Bela Vista; em Abril, disputar-se-á a Maratona Rota da Liberdade, da responsabilidade do Clube de Ciclismo de Vila For.

Já em Maio, com organização da Associação Recreativa e Cultural de Ervedosa, disputar-se-á a Maratona Rota do Mineiro, e em Junho haverá mais duas etapas: primeiro, a Maratona Rota da Cereja, da Casa do F.C. Porto de Alfândega da Fé, depois a Associação Amigos do Campo Redondo organizará a Maratona Montesinho 101, uma das mais duras etapas de todo o Open.

Em Setembro, depois de um mês de paragem, o Moto Clube do Corgo (Vila Pouca de Aguiar) organizará a Maratona Rota da Cebola, e, em Outubro, a Vimont organiza a Maratona Vimont (Macedo de Cavaleiros). O Open termina em Mirandela, com a Maratona da Casa do F.C. Porto.

Recorde-se que a competição (e as suas diferentes etapas) reúne ciclistas de todo o Nordeste Transmontano, e ainda aficionados desta modalidade de outras regiões do país, que se deslocam até ao Interior Norte para participar nestes eventos, numa das zonas com mais potencial para este tipo de modalidade desportiva.

 

01 de Março de 2010

 A equipa de juvenis dos Pioneiros de Bragança venceu, neste domingo, o Torre Dona Chama, por 4-1, numa partida que os brigantinos já dominavam ao intervalo, com um parcial favorável de 2-1, em jogo a contar para a Taça.

 

Fonte: Mensageiro Notícias

 


 O Rebordelo comprometeu de forma decisiva a sua condição de candidato à vitória na AF Bragança depois de, neste domingo, ter empatado a um golo com o modesto Milhão, resultado que deixa a equipa de Jorginho cada vez mais longe dos líderes argozelenses, que não jogaram devido ao mau tempo.

 

O Vinhais, que venceu em Mogadouro, por 2-1, é agora uma séria ameaça ao segundo lugar, dos vizinhos de Rebordelo, uma vez que a diferença entre as duas equipas é de apenas três pontos.

 

Em alta está também o Mirandês, que venceu em Carção, por 2-1, e já é quarto da tabela, estando a seis pontos do segundo posto e a três apenas do terceiro… Tudo é possível ainda para a equipa do Douro.

 

Em Vimioso, o Águias voltou a desiludir, perdendo com o Alfandeguense por 3-4, num jogo cheio de golos e de chuva. Igual façanha à dos de Alfândega da Fé conseguiu o Lamas, que jogou no terreno do Poiares e conseguiu um triunfo claro, por 3-1, que deixa o Lamas mais longe dos dois últimos.

 

O jogo entre o Talhas e o Vila Flor, à semelhança do que aconteceu no Sendim-Argozelo, foi adiado devido ao mau estado do terreno, pelo mau tempo que se fez sentir em todo o Nordeste. O Campeonato volta dentro de uma semana, uma vez que, este domingo, há Taça. 

 

Fonte: Mensageiro Notícias

07 de Fevereiro de 2010

Quatro cidadãs de nacionalidade brasileira foram detidas na última noite pela GNR em dois estabelecimentos de diversão nocturna de Vila Flor.A operação foi desencadeada pelo Destacamento Territorial da GNR de Mirandela.  As quatro mulheres detidas encontravam-se em situação de permanência irregular.Algumas delas já tinham sido notificadas para abandonar o território nacional, por situações idênticas.Foram presentes esta manhã ao Tribunal de Vila Flor para aplicação de medidas de coacção. Nesta operação, a GNR também identificou três cidadãs também de nacionalidade brasileira.Duas foram notificadas para comparecerem no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras em Bragança e no Porto no âmbito de processos de expulsão que já se estavam a decorrer.

A outra foi notificada para abandonar o território nacional no prazo de vinte dias.

 

 

Escrito por Brigantia

publicado por Lacra às 15:07



Posts mais comentados
Related Posts with Thumbnails
últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
Locations of visitors to this page
Eu sou Jornalista
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO