Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
10 de Outubro de 2012

O relatório da missão da UNESCO ao Douro conclui que a Barragem de Foz Tua é compatível com a manutenção do Alto Douro Vinhateiro (ADV) na lista do Património mundial, disse à agência Lusa fonte do Governo.

O Governo recebeu na terça-feira o relatório da missão conjunta do Comité do Património Mundial da UNESCO, ICOMOS e IUCN sobre a construção do aproveitamento hidroeléctrico de Foz Tua, entre Alijó e Carrazeda de Ansiães.

Fonte do Ministério da Agricultura, Ambiente, Mar e Ordenamento do (MAMAOT) disse à Lusa que o relatório conclui que a construção da barragem de Foz Tua, "de acordo com o projecto revisto, é compatível com a manutenção do ADV na lista do Património Mundial".

De acordo com as conclusões a que chegaram as peritas que visitaram a região, a barragem tem um "impacto visual reduzido" no ADV, "na sua integridade e autenticidade, quer ao nível da paisagem quer ao nível do processo vitivinícola".

Segundo o MAMAOT, o relatório "aplaude" ainda a opção tomada em construir a central eléctrica enterrada, solução que é considerada tecnicamente "adequada".

Durante a visita ao Douro, foi apresentado à UNESCO o projecto do arquitecto Souto Moura, que tem em vista a compatibilização da central hidroeléctrica, inserida na área classificada, com a paisagem.

O projecto pretende enterrar toda a central. Será ainda feito um pequeno reajuste do ângulo da própria barragem que pretende diminuir o impacto visual da mesma.

O relatório da UNESCO refere ainda, de acordo como Governo, que o calendário da obra foi abrandado, em cumprimento das conclusões da reunião do Comité do Património Mundial de São Petersburgo, na Rússia.

No decorrer deste encontro, foi aprovado um "abrandamento significativo" das obras da barragem, em alternativa à suspensão das mesmas.

E, neste aspecto, segundo o MAMAOT, também se verifica uma evolução, ou seja, a anterior avaliação sugeria um "abrandamento significativo" e o relatório actual refere-se apenas manter um "abrandamento".

Para avaliar "in loco" os impactos decorrentes da construção da barragem no Património Mundial, uma missão da UNESCO, composta por três especialistas, esteve no Douro entre 30 de Julho e 3 de Agosto.

A missão incluía peritas da UNESCO, da IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza) e da ICOMOS, órgão consultivo da UNESCO. 

Em sequência da decisão de abrandamento, foi solicitada pelo Estado português à dona da obra, a EDP, a apresentação de um novo calendário, o qual adia em quase um ano a conclusão do empreendimento.

O Douro foi distinguido como Património Mundial da Humanidade em 2001.

 

Fonte: Lusa

17 de Abril de 2010

A Associação de Municípios do Douro Superior e os Municípios de Torre de Moncorvo, Vila Nova de Foz Côa e Carrazeda de Ansiães, organizam, de 10 a 13 de Junho, o Passeio Fluvial no Rio Douro- 2010.

A iniciativa já vai no nono ano consecutivo, mas, este ano, a parceria vai permitir realizar passeios náuticos na componente turística e de lazer. A organização quer levar os participantes a desfrutar do Património Mundial do Alto Douro Vinhateiro, património paisagístico e construído, em quatro dias de novas experiências.
Torre de Moncorvo, Vila Nova de Foz Côa e Carrazeda de Ansiães são os locais de destino, e onde estão previstas visitas guiadas. O alojamento está garantido nas mais modernas unidades hoteleiras do Douro, onde se inclui o CS Vintage House.

Os participantes vão ter acompanhamento da organização desde o rio ao local das visitas, refeições e dormidas. Para tal será usado um mini-bus e viaturas 4x4.

O encontro, no primeiro dia, está marcado para as nove da manhã, na Marina de Crestuma, Angra do Douro. Daí será feita a subida do rio através da Eclusa do Carrapatela. O almoço será na Régua e, no final do dia, no Pinhão. No segundo dia a saída é em direcção à Foz do Sabor, com a subida da eclusa de Valeira e almoço na praia fluvial. Durante a tarde está prevista uma visita às gravuras de Foz Côa e à Quinta Ervamoira, com provas de vinhos incluídas. O jantar será numa Adega Típica e as dormidas em Torre de Moncorvo e Vila Nova de Foz Côa.

No terceiro dia os visitantes vão sair do cais da Foz do Sabor em direcção à Senhora da Ribeira, cais no concelho de Carrazeda de Ansiães. Está programada uma vista ao Castelo de Ansiães e à Quinta, com almoço incluído. Depois será feita a descida da eclusa de Valeira, Régua/Bagaúste. O jantar será na Régua, na estalagem Porto Antigo.

O último dia prevê a descida da eclusa do Carrapatelo e chegada a Crestuma às 16h00 da tarde.
As inscrições estão já abertas e limitadas a 25 embarcações. O custo é de 280 euros por pessoa, em quarto duplo, para os quatro dias. As inscrições podem ser feitas através do site www.sabordouro.com ou pelos contactos 964801332 / 964801280.

10 de Março de 2010

 O azeite, a azeitona, o mel e o queijo fazem parte da nossa memória gustativa e da identidade transmontano-duriense, por isso o Douro In apresenta, durante o mês de Março, dois menus degustação dedicados aos sabores e aromas mais intensos da região.

A proposta é da Associação de Olivicultores e Azeite de Trás-os-Montes, que se compromete a dar a conhecer os atributos sensoriais do azeite que se faz na região.

Para os amantes da gastronomia, fica a sugestão:

 

 

08 de Janeiro de 2010

 Apesar das fortes chuvadas do mês de Dezembro, as barragens da região, e do país, ainda não estão à cota máxima. O armazenamento de água melhorou e afastou o cenário de seca, mas nem todas as albufeiras estão cheias.

Segundo o boletim mensal do Instituto Nacional da Água, as barragens do Douro estão com as reservas acima dos 72%.

 

Nas 55 bacias hidrográficas controladas pelo INAG em todo o país, 23 apresentavam já no final do ano disponibilidades hídricas acima dos 80% e só 13 tinham esta disponibilidade abaixo dos 40%.

 

Contudo, é de salientar que o Douro é a terceira bacia hidrográfica do país onde as albufeiras estão mais cheias, sendo apenas ultrapassada pela bacia do Lima e Cávado e pela bacia do Ave.

Fonte: Brigantia

publicado por Lacra às 09:54
13 de Dezembro de 2009

 

Comemoram-se amanhã oito anos do Douro Património Mundial. Projecto, que deve estar concluído até 2011, quer despertar a região para o turismo cultural e religioso, usando as novas tecnologias para "Visitar, Conhecer e Reconhecer".
 

As novas tecnologias vão ajudar a promover o património. Os turistas que visitem o Douro poderão percorrer a Rota do Turismo Religioso guiados por um aparelho MP3, cujo conteúdo estará disponível em quatro línguas, no âmbito de um projecto que vai custar 378 mil euros e se pretende concluído até Agosto de 2011.

O projecto, intitulado "Douro Religioso: Visitar, Conhecer e Reconhecer", é promovido pela Turel - Desenvolvimento e Promoção do Turismo Cultural e Religioso e conta ainda com a parceria de entidades como a Diocese de Lamego, Turismo do Porto e Norte de Portugal.

O objectivo do projecto é despertar o Douro, classificado como Património Mundial da UNESCO em 2001, para o turismo religioso, tornando-o em mais um factor de atracção de visitantes para o território. Varico Pereira, director técnico da Turel, explicou à Agência Lusa que o projecto vai ser comparticipado em 70 por cento pelo programa operacional regional do Norte.

Repartido por três fases, o projecto tem conclusão prevista até Agosto de 2011, com a criação de um Centro de Interpretação do Turismo Religioso no Douro, organismo que vai ficar localizado no Museu Diocesano, em frente à Sé de Lamego.

Segundo Varico Pereira, até Janeiro a Turel começa a fazer o inventário do património religioso na Diocese de Lamego, designadamente dos edifícios, santos ou paramentaria que possam ser mais significativos e importantes para o turismo e despertar maior interesse junto dos que visitam aquela região.

Depois deste trabalho, segue-se a elaboração do Guia do Douro Religioso, que abrangerá já todo o património da região duriense, incluindo as dioceses de Vila Real e Bragança/Miranda, e será organizado um catálogo para os operadores turísticos.

Serão ainda produzidos conteúdos para aparelhos de MP3, em português, inglês, espanhol e francês, que guiarão os turistas pelos principais locais religiosos da região. Os conteúdos serão diferenciados para crianças e adultos e poderão estar disponíveis nos postos de turismo ou nos próprios locais a visitar.

No Centro de Interpretação serão efectuadas exposições ligadas à religião, como paramentaria ou ourivesaria, estando ainda previstos concertos de arte sacra (em capelas ou mosteiros), e peças de teatro.

Varico Pereira salientou que a Rota do Património Religioso do Douro, onde estarão incluídas as capelas miradouros como a Galafura ou São Salvador do Mundo, irá complementar outras rotas já existentes na região, como a do Vinho do Porto ou de Cister.

"Esperamos descobrir algumas maravilhas à medida que o levantamento seja feito, mas obviamente que há património que é incontornável como a Sé Catedral de Lamego, o Mosteiro de São João de Tarouca ou a Capela de Nossa Senhora do Desterro, que pouca gente conhece e está praticamente fechada em Lamego", salientou o responsável. Outros edifícios de interesse neste território são os santuários da Senhora dos Remédios, da Senhora da Lapa, da Senhora da Pena, da Senhora da Saúde ou o Mosteiro de Salzedas.

Com 25 mil hectares inseridos na Região Demarcada, o Douro Património Mundial engloba os municípios de Alijó, Mesão Frio, Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Vila Real, Sabrosa, Carrazeda de Ansiães, Torre de Moncorvo, Lamego, Armamar, Tabuaço, São João da Pesqueira e Vila Nova de Foz Côa.

 

 

Fonte: Diário de Notícias

publicado por Lacra às 15:51
08 de Setembro de 2009


Milos Forman vai ser homenageado.
O Alto Douro vinhateiro tem um novo agente na sua estratégia de promoção turística internacional. A primeira edição do Douro Film Harvest acontece entre amanhã e domingo, em quatro localidades da região: Lamego, Torre do Moncorvo, Santa Marta de Penaguião e Vila Real.

O realizador checo Milos Forman, que ganhou Óscares pelos filmes “Amadeus” e “Voando sobre um Ninho de Cucos”, vai receber o galardão CastaDouro Carreira na sessão de encerramento, no Teatro Ribeiro da Conceição, em Lamego.

Forman é o nome mais sonante do certame, ao lado da actriz Andie MacDowell (que participou em “Sexo, Mentiras e Vídeo”, de Steven Soderbergh) que receberá o prémio CastaDouro Convidada Especial.

O Douro Film Harvest tem muitos pontos de contacto com um festival, mas o director executivo do evento, Manuel Vaz, diz à Renascença que a estratégia não passa por premiar filmes. “Estamos a fazer ao contrário: a selecção, que está a votação do público, é uma ‘vintage selection’. É a melhor colheita de filmes do ano”, diz.

A selecção de filmes coube a Salvato Teles de Menezes. O director de programação explica que privilegiou “filmografias que, habitualmente, não são vistas em Portugal” e “filmes premiados em festivais internacionais de mérito”, como o de Berlim e de Tribeca.

Organizado pelo Turismo do Douro, com o apoio de vários parceiros, o Douro Film Harvest quer promover a imagem da região. “O Douro e o cinema têm tudo a ver. O próprio Douro é um filme, com todos os ingredientes do cinema: a aventura, o drama, o romance, a acção”, nota Manuel Vaz.

O objectivo é criar “embaixadouros” e fazer do Douro uma paisagem mais procurada pelos cineastas. No encontro, é de destacar ainda a presença da banda jazz de Kyle Eastwood, compositor de bandas sonoras de filmes do seu pai, Clint Eastwood, como “Million Dollar Baby” ou “Gran Torino”. A banda actua no próximo sábado, no cais do Pinhão, às 23h30.

 

Fonte: Rádio Renascenca

13 de Maio de 2009

As áreas protegidas de Montesinho e do Douro Internacional poderiam servir de complemento à albufeira do Azibo como forma de fazer com que os turistas permanecessem mais tempo no concelho. No entanto, ainda há um longo caminho a percorrer na tentativa de cativar privados a apostar neste mercado.

Essa é, pelo menos, a opinião do director-adjunto das áreas classificadas do Norte, Duarte Figueiredo, um dos oradores convidado a participar nas Jornadas sobre Conservação da Natureza e Educação Ambiental, promovida pelo Fundo para a Protecção dos Animais Selvagens (FAPAS), e que se realizou, pela primeira vez, em Macedo de Cavaleiros.

Segundo Duarte Figueiredo, o município macedense apostou, com apoio do Instituto da Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB), na preservação dos valores naturais mas sem impedir que as pessoas usufruam desses mesmos valores.

O concelho macedense foi mesmo apontado como “exemplar” no que toca à estratégia seguida a nível ambiental e que, este ano, voltou a dar frutos com o município a ser galardoado, mais uma vez, com a bandeira azul para a albufeira do Azul e com a bandeira verde Eco XXI.

Agora o desafio que se coloca ao ICNB é o trabalho em rede, entre a albufeira do Azibo e os parques naturais de Montesinho e do Douro Internacional. Mas, para tal, é necessário que haja também interesse dos privados em investir no turismo de natureza.

“Quando se cria uma área protegida o objectivo não é criar uma redoma em volta dessa mesma área, é precisamente o contrário”, apontou.

No entanto, Duarte Figueiredo defende que têm de ser os privados a avançar sozinhos e a oferecer serviços complementares ao turista que visita estes espaços naturais.

“Tem que haver dinamismo, capacidade empreendedora para alguém interceptar esta pessoa, vender produtos regionais, vender serviços e isso não podemos ser nós a fazer, não temos condições nem é esse o nosso negócio”, apontou o director-adjunto.

As jornadas sobre Conservação Ambiental realizaram-se pela primeira vez em Macedo de Cavaleiros e contaram com a presença de inúmeros especialistas vindos de todo o país. Recorde-se ainda que o concelho de Macedo de Cavaleiros foi o único do distrito galardoado com a bandeira verde Eco XXI, um prémio que, no entender do vice-presidente da autarquia, Duarte Moreno, reflecte a aposta que o município tem feito nos valores ambientais.



Related Posts with Thumbnails
últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
subscrever feeds
Locations of visitors to this page
Eu sou Jornalista
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO