Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
17 de Dezembro de 2010

Está a causar polémica o concurso da câmara de Bragança para a contratação de um chefe da divisão de educação e desporto.

Em causa está o facto de os requisitos para o lugar não preverem sequer alguém com formação em desporto.

 

Uma situação que a deputada do Partido Popular na Assembleia Municipal de Bragança, pretende ver discutida na sessão de hoje.

“Pelas putativas ligações familiares e alguma suspeita de falta de imparcialidade quer dos critérios quer das pessoas do júri” explica, acrescentando que “qualquer membro da assembleia tem o direito de agendar assuntos que sejam do interesse publico e este é o caso porque se pode tratar de um favorecimento e até de esbanjamento de dinheiro, decidi solicitar o agendamento para a ordem do dia para que o senhor presidente da câmara esclareça essa contratação” até porque o concurso “é para a divisão de desporto e a formação específica da pessoas não tem nada a ver com isso”.

 

Segundo Cláudia Guedes de Almeida, o destinatário do concurso seria Carlos Silvestre, dirigente do SPLEU (Sindicato dos Professores e Educadores Licenciados pelas Escolas Superiores de Educação e Universidades).

Mas há outros concursos a levantar dúvidas, como o de veterinário municipal, aberto apenas a veterinários já ligados ao Estado.

Situações que Cláudia Guedes de Almeida pretende ver esclarecidas, pois “pode retirar a oportunidade e até violar o princípio da igualdade no acesso à profissão”. “Não é exemplo de agora e é recorrente que quase sempre os concursos são feitos à medida para favorecer determinadas pessoas” acrescenta.

 

Sobre este concurso, a Brigantia procurou um esclarecimento junto do presidente da câmara, mas Jorge Nunes mostrou-se indisponível para fazer comentários.

 

A deputada do PP revela ainda que o Rribunal Administrativo e Fiscal de Mirandela já mostrou dúvidas quanto ao Plano Director Municipal de Bragança, o PDM, e pediu respostas à autarquia.

“A câmara recebeu uma notificação do tribunal para se pronunciar a propósito do procedimento expropriativo cuja legalidade questionei junto do Ministério Público, por isso iremos até ao fim com a prossecução da legalidade”.

 

Na sessão de hoje da Assembleia Municipal vai ainda ser discutido e votado o plano e orçamento da autarquia para 2011.

Um ponto que também promete polémica.

 

 

Escrito por Brigantia

publicado por Lacra às 10:46
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse comentários só são acessiveis ao "dono" do blog ?
Kamarov a 18 de Dezembro de 2010 às 14:06
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Lacra a 18 de Dezembro de 2010 às 14:54



Related Posts with Thumbnails
últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
Locations of visitors to this page
Eu sou Jornalista
pesquisar neste blog
 
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
18
27
28
29
30
31
blogs SAPO