Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
27 de Setembro de 2010

Colecção reúne algumas das melhores fotografias de Manuel Teles e vai servir de base a um workshop em “Ilustração Cientifica”

 

São momentos eternizados numa fotografia aqueles que o fotografo Manuel Teles mostra no espaço “História e Arte”, no número 35, junto ao Museu Abade de Baçal.

São dezenas de imagens, recolhidas desde 2002, e que mostram ao pormenor algumas das mais belas espécies de fauna e flora possível de observar na região. Uma questão de “sorte” e “paciência”, como conta Manuel Teles ao Mensageiro.

“É essencialmente sorte e paciência para estar num abrigo durante muitas horas para, depois, trazer para casa uma fotografia, que foi aquela que tiramos só para ver se a máquina estava a fotografar bem”.

Para além disso, é necessário, também, perceber algo de biologia e do mundo animal, saber como e do que se alimentam, conhecer o mundo em que se movimentam para poder captar um momento.

“Apontamentos da Vida Selvagem” mostra-nos um mundo de biodiversidade pleno de brilhos, texturas e cores que o fotógrafo faz questão de manter praticamente idêntico ao “original”, “ao vivo”, recusando recorrer à manipulação digital. Com excepção de uma das imagens em que uma salamandra é contraposta a uma rã, numa tentativa de contrapor a natureza a algo mais artificial, o tratamento digital é o mínimo.

Brigantino de “gema”, Manuel Teles é fotografo freelancer, trabalhando, actualmente, como repórter fotográfico numa agência noticiosa. Para além de reportagens de eventos sociais, Manuel Teles também faz fotografias panorâmicas de 360º e visitas virtuais de equipamentos culturais para publicação Web. Entre as várias publicações em revistas da especialidade, o fotógrafo foi já premiado diversas vezes.

Visitável até ao final do mês de Outubro, a exposição de Manuel Teles vai, agora, servir de base para a realização de um workshop sobre Ilustração Cientifica que a Galeria “História e Arte” vai promover, a partir do dia 8 de Outubro. Este é já o segundo workshop do género que a galeria promove, sob a orientação da bióloga Ana Guimarães Ferreira, artista residente do espaço.

Emília Nogueiro, do espaço “História e Arte”, explica que a naturalidade desta conjugação, quase espontânea: “a ilustração parte de uma base fotográfica e os temas que ela propõe estão relacionados com a natureza. Temos aqui fotografias ideoneas para servirem de base a futuros trabalhos de ilustração, vai conjugar-se muito bem”.

O workshop está aberto ao público e a inscrição já inclui os materiais a utilizar. As sessões serão sempre de duas horas, em horário pós-laboral, num total de 36 horas. As inscrições são no espaço “História e Arte”.



Related Posts with Thumbnails
últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
Locations of visitors to this page
Eu sou Jornalista
pesquisar neste blog
 
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
19
20
24
26
blogs SAPO