Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
01 de Setembro de 2010

Sacerdote mais do que jornalista, assim se apresenta o padre Octávio Sobrinho Alves, novo director do “Mensageiro Notícias”, semanário da diocese de Bragança–Miranda, que irá em breve recuperar o antigo nome «Mensageiro de Bragança».

“Serei sempre mais sacerdote coordenador do que jornalista”, assume o novo director à Agência ECCLESIA, afirmando que a direcção não será uma “função a tempo inteiro”, uma vez que vai continuar à frente das paróquias da Sé e de Santa Maria e São Vicente.

O novo director foi nomeado a 16 de Agosto pelo bispo diocesano António Montes e volta a repetir funções que conheceu na década de 80. O padre Sobrinho Alves assume que o seu principal objectivo é “escrever com beleza”. Sem pretensão de “aparecer no jornal e mudar repentinamente” a linha editorial até agora seguida, o padre Octávio Sobrinho Alves quer que a “parte gráfica dê beleza à palavra”. Este é o “grande combate, mas de todos os cristãos”, indica.

A última direcção do «Mensageiro Notícias» quis alargar o âmbito da publicação às regiões da Guarda, Viseu e Lamego, chegando mesmo a abrir uma delegação em Vila Real, encerrada entretanto. O novo director afirma que apesar de ser um projecto “inicialmente muito bom, mas não teve pernas para andar”.

A ampliação foi uma ideia “antecipada no tempo, demasiado ambiciosa para as mentalidade e as resistências que ainda encontramos”, afirma o padre Octávio Sobrinho Alves. Reconhecendo que poderá ser uma ideia a “investir a médio ou longo prazo mas desde que os bispos se ponham de acordo”, o jornal vai novamente centrar-se na diocese de Bragança e retomar o antigo nome «Mensageiro de Bragança».

A contínua aposta numa publicação plural e “não fechada na sacristia” quer também “construir mentalidades e formar consciências, rectas e sãs, numa linha ética, política, económica e social”. Consciente de que o «Mensageiro Notícias» é “neste momento concreto, mais voltado para os emigrantes e mais adultos”, o sacerdote indica que o jornal tem “de se adaptar às novas mentalidades e aos jovens”.

O padre Sobrinho Alves trabalhou durante largos anos com os jovens e refere que a juventude “precisa mais de imagens, testemunhos, aproximação, pontos de referência e menos de palavras”. Será este o caminho de aproximação entre o jornal e os mais novos, porque os mais velhos “continuam fiéis ao jornal”.

 

Fonte: Agência Ecclesia

publicado por Lacra às 09:48
tags:



Related Posts with Thumbnails
últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
Locations of visitors to this page
Eu sou Jornalista
pesquisar neste blog
 
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
19
20
24
26
blogs SAPO