Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
24 de Maio de 2010

Chegaram hoje a Bragança os três amigos que nos últimos 10 dias percorreram Portugal a correr pela Selecção Nacional de Futebol.

Começaram em Faro e o desafio terminou esta segunda-feira em Bragança.

Paulo Dias, Luís Lima e António Piedade percorreram 1055 quilómetros de, fazendo uma medida de 35 por dia, para motivar o país a torcer pela Selecção no Mundial de Futebol da África do Sul.

 

À chegada a Bragança, António Piedade exibia o testemunho assinado pelos autarcas das localidades por onde os três atletas foram passando nos últimos dias.

Querem agora entregá-lo aos jogadores e treinador da equipa das quinas.

“Este é o diploma que nós fomos assinando em determinadas autarquias que nos apoiaram e é o que nós temos estado a transportar no testemunho, enrolado aqui dentro, desde Faro” explica António Piedade, acrescentando que “gostaríamos de o entregar à Selecção, mas o nosso objectivo era unir os portugueses”.

 

 

Esta prova acabou por causar algumas mazelas a nível muscular. Para Paulo Dias, os últimos 200 quilómetros foram os mais difíceis por causa das subidas e do calor.

Este corredor chegou a perder sete quilos nos dez dias de prova. “As expectativas foram superadas e todos os objectivos concretizados, mas houve dificuldades ao nível muscular e do cansaço” confessa, pois “tínhamos de levar massagens até à uma da manhã, às seis tínhamos de nos levantar para às oito estarmos prontos para arrancar” explica.

“Foi muito cansativo, pois nós corríamos de duas em duas horas e as refeições acabavam por ficar de lado, só comíamos o essencial, mas eu perdi sete quilos” revela Paulo Dias.

 

Apesar das dificuldades Luís Lima salienta que “estávamos com a cabeça aqui em Bragança” por ser o local onde a prova terminava. Este atleta conta ainda que “houve coisas que nos marcaram pelo caminho” refere, contando que “o António ía a correr pela estrada e uma senhora começou a bater-lhe palmas. Ele deu-lhe o boné que usava para que ela guardasse como recordação e a senhora começou a chorar”. “Isso emocionou-nos muito” salienta.

 

 

 

Estes três atletas correram o equivalente a nove maratonas passando por 28 estradas nacionais e consumiram 432 garrafas de água.

 

Fonte: Rádio Brigantia

Imagem retirada do site da Rádio Brigantia

publicado por Lacra às 15:22



Related Posts with Thumbnails
últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
Locations of visitors to this page
Eu sou Jornalista
pesquisar neste blog
 
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
22
30
blogs SAPO