Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
20 de Maio de 2010

O presidente da Associação Comercial de Bragança (ACISB) considera que o Shopping de Bragança foi um “mau projecto”. Seis anos após a sua abertura, são muitas as lojas comerciais que começam, agora, a regressar ao centro da cidade, deixando cada vez mais espaços vagos no centro comercial.

António Carvalho, que inicialmente apoiou a construção daquele espaço e até a deslocalização de algumas lojas de comércio tradicional para o seu interior, conclui agora que “foi uma má aposta”.

“Nós chegamos a entusiasmar alguns associados a deslocarem-se para o centro comercial porque é um espaço fechado, aprazível e teriam possibilidades de praticar outro horário, que é uma questão pela qual me tenho batido”, apontou António Carvalho.

No entanto, os custos com os condomínios, rendas, obrigatoriedades e exigências têm levado vários comerciantes a queixarem-se da situação e outros a sair. A par dos custos “elevados”, o presidente da ACISB critica ainda a estrutura arquitectónica daquele espaço.

“Nunca me lembro de entrar num centro comercial em que percorresse um corredor e  tivesse de voltar para trás. Não é a melhor estrutura”, considerou.

O regresso ao centro da cidade é visto com bons olhos pelo presidente da Associação Comercial. No entanto, este regresso pode acarretar o esvaziar gradual do Shopping, uma situação que, no entender de António Carvalho, só irá depender “de quem o gere”.

“Se me perguntarem o custo da renda naquele espaço, eu digo que baixaria para metade, mas eu não sei qual é o orçamento daquele centro”, apontou.

António Carvalho lamenta que as esperanças de muitos associados que investiram naquele espaço comercial tenham saído goradas mas considera que este regressar ao centro da cidade até pode ser positivo, desde que os horários se alterem de forma a dar resposta ao ritmo de vida da cidade.

“É um apelo que tenho feito, embora não seja ouvido, mas não desisto dessa ideia”, afirmou, apontando que, numa cidade de serviços, como é a cidade de Bragança, o comércio tem de adoptar horários semelhantes aos da vizinha Espanha.

 

 

Todos os grandes espaços comerciais tem bons e maus momentos, agora tem é rentabilizar ou seja se os preços do aluguer forem (x) as mercadorias não podem ser (y), e é claro que leva a que os comerciantes abandonem os espaços, vejamos os grandes Foruns e grandes Shopping´s, continuam a abrir em grande escala pelo país, agora poderemos é perguntar será que Bragança está preparada para ter um shopping ou um Forum, eu digo ainda não, quando a auto estrada estiver pronta poderá ter mas até lá não.

Atentamente
Lopes a 23 de Maio de 2010 às 20:37



Related Posts with Thumbnails
últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
Locations of visitors to this page
Eu sou Jornalista
pesquisar neste blog
 
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
22
30
blogs SAPO