Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
25 de Março de 2010

Albano Mesquita, presidente eleito para a presidência da Assembleia Distrital, desafiou os restantes municípios a aproveitarem aquele órgão regional para defender a região de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Numa altura em que a regionalização está na agenda do dia, o recém-eleito presidente considera que é hora dos municípios se unirem e lutarem por uma mesma causa.

“Entendo que Trás-os-Montes e Alto Douro são uma unidade do ponto de vista geográfico, com história, identidade e potencialidades comuns que vale a pena defender”, justificou.

Albano Mesquita tomou posse, ontem, como presidente da Assembleia Distrital, um órgão que praticamente não tem poderes de decisão e que reúne apenas uma vez por ano. José Silvano, presidente cessante, considera que este é um órgão que, com a criação das comunidades intermunicipais, ficou completamente esvaziado.

Em mais uma sessão pouco participada, Silvano assumiu que a participação se resume ao debate das questões de orçamento.

“Estas sessões resumem-se a debater questões de orçamento e não servem para mais nada porque não tem quaisquer poderes. Legalmente as Assembleias Distritais estão consagradas e tenta-se manter...”, apontou.

Visão diferente tem o presidente empossado que aponta que os organismos funcionam “conforme os intervenientes e as pessoas que os integram querem que eles funcionem, ou não”.

No entender de Albano Mesquita, a possibilidade das Assembleias Distritais virem a ser extintas não deve “matar o organismo à nascença”.

“Penso que, aparentemente, será para extinguir mas, neste momento, existe e há que ir aproveitando esta estrutura para debater estas questões”, afirmou.

Durante a sessão extraordinária, Albano Mesquita, presidente da Assembleia Municipal de Vila Flor, tomou posse como presidente eleito com a maioria dos votos. A sessão foi suspensa devido a questões de orçamento uma vez que as despesas correntes ultrapassam as receitas.

Dos treze mil euros de orçamento, 10 mil destinam-se à revista Brigantia – uma publicação trimestral que aborda temas locais e que foi lançada por Belarmino Afonso.



Related Posts with Thumbnails
últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
Locations of visitors to this page
Eu sou Jornalista
pesquisar neste blog
 
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
27
28
blogs SAPO