Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
24 de Janeiro de 2010

A Associação luso-espanhola VinDuero-VinDouro está a oferecer pacotes turísticos de um dia, durante o qual os participantes são levados a provar a rica gastronomia do Parque Natural do Douro Internacional (em Portugal) e Parque Natural Arribas do Douro (Espanha), mas também a conhecer a paisagem, o património e cultura da região transfronteiriça. A iniciativa, designada “Caminhos do Queijo e do Vinho”, teve início a 16 de Janeiro e prolonga-se até 14 de Março, aos Sábados e Domingos.

Em cada dia a organização oferece um programa em diferentes lugares de Portugal e Espanha. Ao todo participam na iniciativa 16 restaurantes, que servem servir pratos elaborados com produtos regionais e acompanhados com vinhos produzidos ao longo do Douro Internacional. Completam a agenda oito adegas e três queijarias.

As inscrições para participar podem ser feitas através do www.rutaintercionaldelvino.com, ou pelo número de telefone 923141504. O pacote de um dia custa 40 euros.

Quem quiser participar apenas no almoço paga 30 euros. De manhã, os participantes são levados a uma adega, onde, alem de provar o vinho é feita uma explicação de todo o processo de produção, desde a poda das cepas ao produto final. Segue-se o almoço, num dos restaurantes aderentes, compostos por quatro pratos, dois dos quais elaborados com queijos da região. À tarde está prevista a visita a uma queijaria, para que os visitantes possam provar, mas também conhecer todo o processo da fabrico do queijo.

Entre os períodos de degustação, estão previstas visitas guiadas para que os participantes possam conhecer também a paisagem, a cultura e o património da região. José Luís Pascoal, alcaide de Trabanca, Espanha, explicou, em conferência de imprensa (realizada em Miranda do Douro, na semana passada, para apresentar a iniciativa em Portugal) que este é um pacote turístico cujo objectivo é levar os visitantes a desfrutar deste território, com “os cinco sentidos”, unindo “a gastronomia espectacular”, à “beleza natural” e ao património de um do território “impar na Península Ibérica. Artur Nunes, presidente da Câmara Municipal de Miranda do Douro, considera este um projecto importante, para promover a hotelaria e restauração da região, bem como todos recursos locais e, deste modo “atrair o maior número de pessoas” a esta terra.

Para o autarca, estes dois produtos marcam a diferença com os restantes pela sua elevada qualidade e pela foram tradicional como são produzidos. Aliada à divulgação dos produtos, está ainda a descoberta de um território que é valioso mas “ pouco conhecido”, sublinhou. Este é o segundo ano em que se realizam os “Caminhos do Queijo e do Vinho”. No entanto, o ano passado, o programa era mais restrito.

O Presidente da Câmara de Miranda do Douro referiu ainda que os projectos transfronteiriços serão uma forte aposta e, além deste, existem outros em elaboração a apresentar brevemente. “A ideia é, basicamente, encontrarmos aqui parcerias, não só privadas como também parcerias público-privadas”. O principal objectivo é envolver as instituições e a seguir os agentes privados que são os “grandes dinamizadores” e podem ser potencializados com os recursos disponíveis na região.

 

Fonte: Mensageiro Notícias



Related Posts with Thumbnails
últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
Locations of visitors to this page
Eu sou Jornalista
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
16
18
blogs SAPO