Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
13 de Janeiro de 2010

 Depois de ter afirmado que não estava disponível para se candidatar ao cargo, Telmo Moreno diz ter sido alvo de uma “onda”  que o “obrigou a reflectir” a sua posição inicial e a avançar.

A nova lista surge com para “fazer frente” a uma candidatura que, na opinião de Telmo Moreno, apenas serve “interesses pessoais”. O candidato acusa mesmo José Silvano e Jorge Nunes de estarem a preparar terreno para mais tarde serem candidatos a deputados à Assembleia da República, uma acusação justificada com antigas declarações de Silvano a um jornal regional em que este assumia essa vontade.

“A candidatura de Silvano é uma candidatura perigosa. São candidatos pré-formatados que querem o partido a trabalhar para eles. Eu apresento-me pelo partido, pelas bases e não por interesses pessoais”, afirmou.

Telmo Moreno confessou ainda que foi surpreendido com a candidatura de Silvano através da comunicação social pois, segundo contou, dias antes tinha tido um almoço para discutir uma lista de consenso.

“Se a estrutura, a metodologia e o programa tivessem sido abordados de uma forma séria, não estaria aqui”, referiu, recordando que, em outros momentos da vida política se bateu contra “os generais de Lisboa e os de cá”.

“Eu estou aqui para servir o partido, estou aqui com as bases, como sempre estive e bato o pé aos generais de Lisboa ou aos de cá. A nossa afirmação é do partido e não pessoal”, reiterou.

A apresentação da lista a poucos dias das eleições não preocupa Telmo Moreno que acredita que está em condições de vencer, como em 1995, quando concorreu também contra José Silvano. Em caso de vitória, o candidato assume desde já que “não prescindirá de ninguém” e não coloca de parte a possibilidade de José Silvano vir a ser apresentado como candidato a deputado à Assembleia da República.

“José Silvano é um militante valoroso e não sei até se não terá condições para vir a ser candidato a deputado. Mas isso será algo a ratificar pelo partido”, afirmou.

Com a candidatura de Telmo Moreno está Jorge Fidalgo, vice-presidente da câmara de Vimioso e candidato a 1º vice-presidente, e  Luís Gonçalves, de Macedo de Cavaleiros, a 2º vice-presidente.

À Assembleia Distrital candidata-se José Luís Correia, presidente da câmara de Carrazeda de Ansiães, e ao conselho de jurisdição distrital é candidato Nuno Gonçalves, vereador social-democrata em Torre de Moncorvo.

Telmo Moreno assumiu a sua candidatura à liderança da distrital do PSD para evitar, assim, que o partido, a nível regional, “se desvie do rumo certo”.

A lista de José Silvano, o presidente da Câmara Municipal de Mirandela, é composta por Luís Afonso e Maria José Moreno, como candidatos à vice-presidência da Comissão.

Nesta luta interna, Silvano é acompanhado por Jorge Nunes, cabeça de lista para a Assembleia Distrital, e Júlio de Carvalho, um dos fundadores do Partido em Bragança, candidato ao Conselho de Jurisdição. 

Fonte: Mensageiro

publicado por Lacra às 11:24



Related Posts with Thumbnails
últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
Locations of visitors to this page
Eu sou Jornalista
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
16
18
blogs SAPO