Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
15 de Novembro de 2010

Cabo Verde prepara-se para receber um Centro de Investigação sobre o Clima e Recursos Naturais no Universo Lusófono. As bases vão ser lançadas durante esta semana, num workshop internacional dedicado à temática, que está a decorrer em Bragança, com a presença dos Países de Língua Portuguesa.

Ester Brito, presidente do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica de Cabo Verde, considera que este Centro de Investigação poderá ser vital, não só para o país, como para toda a região da África Ocidental. Actualmente, a África Ocidental baseia a informação meteorológica noutros centros de investigação, estando muito “dependente” dos países desenvolvidos.

“Com este Centro vamos procurar preparar programas para a previsão sazonal, de modo a que poder responder a toda a região da África Ocidental”, considerou.

As mudanças climáticas e a problemática do bom uso da água e dos solos são um tema muito “pertinente” da actualidade internacional e, em particular, de Cabo Verde, um país que, pelas suas características geográficas, pode estar algo “vulnerável”, como apontou Ester Brito.

“Cabo Verde é um país insular e que, devido à sua situação geográfica, pode sofrer consequências com o aumento do nível do mar, e com outros fenómenos climáticos, como seja, a formação de tempestades tropicais ou de tempestades de poeiras do deserto. Temos, ainda, a problemática das secas e das chuvas torrenciais”.

O projecto para a criação de um Centro de Investigação na área climática foi apresentado já em 2008, na Ilha do Sal. Neste II Workshop Internacional que se realiza em Bragança, Portugal, prevê-se dar os passos definitivos para avançar com a sua materialização no terreno.

Para além da sede em Cabo Verde que, numa primeira fase, poderá ser apenas virtual, o Centro de Investigação terá pólos em Portugal e no Brasil.

Os vários países presentes no encontro, bem como directores, presidentes ou representantes de todos os institutos de meteorologia dos países envolvidos, embaixadores e representantes da CPLP, devem concertar as estratégias para a implementação desse e de outros serviços ao longo desta semana. O ministro do Ambiente, Desenvolvimento Rural e Recursos Marinhos de Cabo Verde estará presente na sessão de encerramento, na próxima sexta-feira. 

 

Carla A. Gonçalves

Fonte: http://noticias.sapo.cv/info/artigo/1106428.html

publicado por Lacra às 18:10

Uma operação do  Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial de Miranda do Douro da GNR, em colaboração com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), culminou com a detenção de um homem de 27 anos pela suspeita da prática do crime de lenocínio.

Os operacionais procederam à fiscalização de uma casa de alterne em Urrós - Gare,  no concelho de Mogadouro, e identificaram 15 cidadãs, uma delas portuguesa e as restantes de nacionalidade brasileira, com idades entre os 21 e os 56 anos.

Quatro das cidadãs brasileiras foram notificadas a comparecerem no SEF para regularizarem a sua situação. Já outras duas, de nacionalidade brasileira, com 28 e 35 anos de idade, foram detidas por permanência irregular em território nacional

A GNR apreendeu, ainda, diverso material relacionado com a prática de prostituição, nomeadamente caixas de preservativos, lubrificantes, anti-sépticos, entre outros.

Os detidos foram presentes ao Tribunal Judicial da Comarca de Mogadouro para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coacção. 

publicado por Lacra às 16:11

 

 

 

A partir da meia-noite de hoje e até ao dia 20 de Novembro, as fronteiras entre Portugal vão estar encerradas e sujeitas a controlo devido à cimeira da Nato, que se realiza em Lisboa. No distrito de Bragança, a principal fronteira, a de Quintanilha, vai fiscalizar todos os veículos e cidadãos que entrem em Portugal.

O trânsito vai ser desviado para a estrada nacional 122, sendo que a nova Ponte Internacional estará encerrada e impedida com obstáculos físicos. Ao todo vão estar 115 operacionais de serviço, diariamente, a par com o controlo aéreo que será feito por um helicóptero, desde o distrito da Guarda até Bragança. Já nos pontos de passagem, como seja, Rio de Onor, Portelo, Fontes, Bemposta, a GNR fará o controlo móvel, sendo que também o SEF terá uma equipa móvel disponível a ir a qualquer ponto do distrito, sempre que necessário.

Segurança é a palavra de ordem num momento que é excepcional para o país, conforme apontou Jorge Gomes, Governador Civil do distrito de Bragança. “Portugal recebe um grande evento e tem que mostrar a todo o mundo que é um país seguro. As medidas são, por isso, excepcionais e destinam-se a evitar qualquer problema”, notou.

Esta é uma medida que suspende, temporariamente, o acordo de Schengen, que prevê a livre circulação de pessoas no espaço geográfico da União Europeia. Segundo o regulamento deste acordo, o controlo nas fronteiras pode ser reintroduzido “a título excepcional e durante um período de tempo limitado, em caso de ameaça grave à ordem pública e à segurança interna”.

O Governo justifica este controlo na fronteira com a “necessidade de garantir a segurança” durante a cimeira da NATO, que começa dia 19, e que termina dia 20 de Novembro. É que, durante estes dias, Lisboa recebe a representação, ao mais alto nível dos 28 Estados-membros, restantes países parceiros e organizações participantes na cimeira, num evento de enorme dimensão, complexidade e visibilidade mediática.

“É necessário prevenir a entrada no país de cidadãos ou grupos referenciados como habituais causadores de conflitos ou alterações da ordem pública ou cujos comportamentos sejam susceptíveis de comprometer a segurança dos cidadãos nacionais e dos cidadãos estrangeiros que, por força deste evento, acorrerão ao nosso país", diz a resolução.

A entidade responsável pelo controlo é o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), podendo, no entanto, ser assistido por outras forças e serviços de segurança.



 

 

 

O Agrupamento Escolar Augusto Moreno está a desenvolver esforços para, no final do mês de Novembro, arrancar com um Clube de Encarregados de Educação. A iniciativa prevê um maior envolvimento da escola com os responsáveis educativos, estando previstas deslocações aos locais de residência dos mesmos, sempre que viverem fora da cidade de Bragança.

Este é mais um serviço que nasce no âmbito de um projecto para promoção do sucesso educativo, minimização da indisciplina escolar e desenvolvimento das competências parentais, realizado por Judite Moreira, doutorada em Psicologia e Ciências da Educação. Para já estão a ser desenvolvidos os contactos e parcerias que permitam arrancar com o Clube, de forma a envolver os pais e encarregados no processo educativo dos menores, como explicou a responsável.

“O nosso objectivo é envolver os pais e mostrar-lhes que a escola está presente e quer ouvir as suas preocupações. Este Clube será um espaço de partilha de experiências e de opiniões, de resolução de problemas e situações, e, também, uma forma de dar um maior acompanhamento a estes jovens estudantes”.

Já Emília Estevinho, directora do Agrupamento de Escolas Augusto Moreno, entende, também, que este Clube será uma plataforma de colaboração entre os encarregados de educação e a escola.

“Será mais uma forma dos pais colaborarem e estarem com a escola, numa outra organização diferente da Associação de Pais, que não colide”, apontou, frisando que a vontade do executivo é a de ter o Gabinete de Apoio ao Aluno a “dinamizar várias actividades”.

E nesse sentido, são várias as acções dinamizadas dentro do Gabinete de Apoio ao Aluno. No âmbito da prevenção da indisciplina e da promoção do sucesso educativo, Judite Moreira desenvolveu, ainda, a Oficina de Danças Étnicas e a Oficina de Música, dois projectos que, este ano, continuam em curso.

“Começamos no ano passado e pude constatar que houve um maior interesse dos alunos pela escola. Este ano já me perguntaram quando é que iniciávamos!”, notou.

Mas, para além das Oficinas, o Gabinete de Apoio de Aluno desenvolve vários outros projectos, com diferentes profissionais. É o caso dos “Tempos Vivos”, por exemplo, da responsabilidade de Ana Fernandes, e que visa ocupar algum tempo livre dos alunos em actividades que sejam do seu agrado. Depois, há projectos vocacionados para a dinamização da Rádio Escola; a inserção de alunos de etnia cigana; o Português para Estrangeiros, ou a Saúde Escolar.

“É um Gabinete que congrega vários professores, que desenvolvem aqui os seus projectos e que interagem entre eles, não se ficando pelo atendimento do aluno, mas indo mais longe, sempre que possível”, notou Emília Estevinho.

E foi na tentativa de ir mais longe que, no ano passado, Judite Moreira teve a iniciativa de convidar o médico Monteiro Morais a integrar, voluntariamente, este Gabinete.

Uma vez por semana, Monteiro Morais desloca-se à escola para ouvir os “queixumes” que possam surgir e para prestar o apoio que lhe seja solicitado. Embora seja a primeira vez que participa num projecto escolar, o médico faz um balanço positivo: “embora não seja a minha especialidade, (sou cirurgião), considerei que podia dar um primeiro apoio, uma vez que a formação médica me permite abordar estes casos e ajudar à promoção do bem-estar físico e intelectual”.

Um contributo especial e único que, no entender de Judite Moreira, ajuda na melhoria do próprio sistema educativo: “tudo o que contribua para melhorar o sistema educativo, contribui para minimizar os problemas escolares e, isso, traduz-se na qualidade do centro educativo, numa maior motivação dos alunos pela escola e, consequentemente, na diminuição do absentismo”.

Opinião idêntica tem Emília Estevinho. A directora considera que o facto do Gabinete integrar vários docentes, com diferentes projectos, se tem traduzido numa mais-valia para a escola, pois todos interagem entre si, multidisciplinarmente, na tentativa de promover o sucesso escolar.

 

 

publicado por Lacra às 08:45



Related Posts with Thumbnails
últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
subscrever feeds
Locations of visitors to this page
Eu sou Jornalista
pesquisar neste blog
 
Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
16
26
27
28
blogs SAPO