Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
07 de Julho de 2010

Um acidente com um tractor matou um idoso, hoje, na aldeia de Viduedo, concelho de Bragança. O homem, de 73 anos, andava com outros agricultores no campo, e já ao final da manhã, quando se encontravam a carregar o reboque com os fardos, a máquina desengatou-se, resvalando pelo terreno abaixo. Em cima do reboque encontrava-se Gil António Carvalho que contou como tudo aconteceu.

“Eu estava em cima do reboque e ainda pensei em saltar, foi quando ele, (Delfim Manuel Pires), saltou e tentou puxar o travão de mão. Ele queria travar o tractor para que não caísse mas a roda da frente passou-lhe por cima e ficou debaixo do reboque”.

Os bombeiros de Bragança acorreram ao local com uma ambulância todo-o-terreno e uma viatura de desencarceramento. Ainda foram efectuadas manobras de reanimação mas a vitima já se encontrava sem sinais vitais.

“Ainda lhe tentamos dar água mas eu vi a pulsação e já estava frio”, contou o amigo.

A idade avançada da vítima e algum descuido no manuseamento da máquina agrícola poderão ter estado na origem de mais um acidente mortal a registar no distrito. É que, segundo contou Gil Carvalho, “o travão de mão já não funcionava bem” e a vítima não saberia “andar muito bem com o tractor”.

Já há uns anos, a vítima tinha sofrido um acidente de tractor, embora sem consequências graves.

Um estudo efectuado pelo Governo Civil de Bragança, há uns anos atrás, revelava que a maioria dos condutores que sofrem acidentes de tractores têm uma média avançada de idade, entre os 70 e os 80 anos. Destes, 75 por cento não tinha carta especifica de condução de maquinas agrícolas e, por norma, as máquinas acidentadas encontram-se em estado obsoleto devido aos anos de trabalho acumulado. O estudo concluía ainda que o facilitismo e a incúria são factores que estão na origem da maioria dos acidentes com tractores.

No distrito de Bragança, este foi o terceiro acidente mortal com máquinas agrícolas registado durante este ano.

 

publicado por Lacra às 17:13

Paralelamente à Antologia de Júlio Pomar que está em exposição no Centro de Arte Contemporânea, até 17 de Outubro, Graça Morais, artista residente, expõe, em cinco das suas sete salas, um conjunto de retratos e auto-retratos em que se elege como modelo a si própria ou à sua mãe ou a outras mulheres de Trás-os-Montes.

“Desde há cerca de trinta anos que Graça Morais vai registando essas imagens, não apenas num intuito quase antropológico de apresentar e preservar uma tradição, mas sim em permanente evocação, fixando momentos significantes do passado e da infância da pintora”, escreve Sílvia Chicó no catálogo de apresentação.

Na escolha das obras, Graça Morais pretendeu homenagear o pintor Júlio Pomar, artista convidado a expor no Centro de Arte até 17 de Outubro, e fê-lo ao levar obras ligadas ao desenho.

“O Júlio Pomar é um grande desenhador e eu também gosto muito do desenho”, confidenciou, apontando que o desenho é fundamental na sua arte.

As peças escolhidas são “especiais e fortes” e nelas, muitas vezes, confunde-se a imagem da mãe com a imagem da artista. Noutros são as mulheres transmontanas, o universo feminino ligado à ruralidade, ou a homenagem de Graça Morais às mulheres da sua terra, Vieiro (Vila Flor).

Nascida em Trás-os-Montes, a pintora, uma das artistas mais consagradas a nível nacional e internacional, faz questão de voltar sempre à terra onde nasceu e de valorizar a mesma, nomeadamente através das obras que continua a trazer a Bragança.

A partir de 17 de Outubro, a pintora muda novamente as suas salas de exposição, mostrando a todo o público outras obras da sua prolifica produção artística.

Paralelamente, o Centro receberá o pintor espanhol Santiago Ydanez que está, actualmente, a preparar uma exposição inspirada nos Caretos transmontanos das festas tradicionais dos Rapazes.



Related Posts with Thumbnails
últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
subscrever feeds
Locations of visitors to this page
Eu sou Jornalista
pesquisar neste blog
 
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
blogs SAPO