Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
24 de Fevereiro de 2010

O Morais perdeu, no passado domingo, na recepção ao Santa Maria (Barcelos), por 2-3, num jogo cheio de emoção, mas que acabou mal para os nordestinos, que conseguiram meio milagre, mas perderam a sorte no final do jogo. A equipa de Lopes da Silva esteve a perder por dois, conseguiu o empate e quando parecia que a vitória estava perto, os minhotos reagiram e deram um forte castigo a um dos prováveis adversários na próxima fase, quando as duas equipas disputarem a manutenção…

 

Fonte: Mensageiro Notícias

publicado por Lacra às 18:00

O Argozelo é cada vez mais líder do Campeonato AF Bragança, depois de, no passado domingo, ter vencido o Talhas, por 4-2, no Campo da Cova, e aproveitar da melhor maneira a distracção do seu principal adversário, no confronto com o Mogadourense.

Os líderes não deram quaisquer possibilidades ao Talhas, que vive uma fase de bons resultados, depois de um início de campeonato algo agitado, conseguindo o triunfo número 14, em 16 jogos disputados: um campeonato perfeito.

 

Rebordelo não pode voltar a falhar

Quem não esteve muito bem foi o Rebordelo, que não foi capaz de ultrapassar um pouco atrevido (este ano) Mogadourense, que colecciona desilusão sobre desilusão, mas soube complicar as contas aos vinhaenses, até agora únicos e sérios adversários dos argozelenses, na luta pelo topo da tabela.

Nesta altura, há ainda 10 jogos por disputar, pelo que muita coisa ainda pode acontecer, mas o Rebordelo sabe que não poderá voltar a falhar, porque o líder tem mostrado uma consistência acima do expectável.

 

Vinhais em alta

Em alta parece estar o Vinhais, que já é terceiro classificado da tabela, deixando para trás os seus companheiros de posição, depois da goleada, por 7-1, ao Poiares, naquele que foi o resultado mais desnivelado da jornada.

Vila Flor vence o Carção e prepara terreno contra o Talhas

O Vila Flor conseguiu um triunfo tangencial em casa, frente ao Carção, por 1-0, numa partida que se esperava mais desequilibrada. Este fim-de-semana os de Gilberto Gomes visitam o terreno do Talhas, num duelo que pode dar mudança de posição na tabela.

 

Mirandês prepara-se contra o Carção

Em recuperação está, também, o Mirandês, que venceu o Milhão por 3-1, em casa, e aligeirou os danos que a derrota em Rebordelo, uma semana antes, havia produzido. Este domingo, os de Miranda têm mais um jogo para vencer, na deslocação a Carção (embora os actuais décimos da tabela tenham dado boas indicações em Vila Flor).

Alfândega prepara jogo com Vimioso

Em Alfândega da Fé, o Alfandeguense local venceu o Sendim, por 2-1, e viaja, este domingo, até Vimioso, para defrontar uma das maiores desilusões desta temporada: o Águias, que este fim-de-semana empatou, a dois, no terreno do Lamas, penúltimo da tabela classificativa.

 

 Fonte: Mensageiro Noticias


O comandante distrital da GNR de Bragança, Martins Fernandes, defendeu hoje a passagem da coordenação dos Grupos de Intervenção Proteção e Socorro, os chamados GIPS, para o comando distrital desta força de segurança.

 

Os GIPS são compostos por militares da GNR que atuam no âmbito da Proteção Civil em ações de prevenção e intervenção durante todo o ano mas mais visíveis durante a época da incêndios, em que integram o dispositivo de combate.

Este corpo profissional encontra-se na dependência direta do comando geral da GNR, mas o comandante distrital de Bragança defende que, em vez de dependerem de Lisboa, a sua coordenação devia ser entregue ao comando regional.

 

 

Fonte: Diário Digital / Lusa 


publicado por Lacra às 17:56

O Duarte vai fazer 16 anos em Maio e sofre de distrofia muscular progressiva, uma doença degenerativa que lhe vai retirando forças gradualmente. Como qualquer outro adolescente da mesma idade, o Duarte tem um sonho: o de visitar a Torre Eiffel, em Paris. Para ajudar a realizar esse sonho, estão em exposição vários quadros que o jovem pintou e que estão para venda. A mostra encontra-se disponível ao público no piso inferior da Biblioteca Municipal de Alfândega da Fé, no mesmo local onde vai funcionar o Serviço de Informação e Mediação para Pessoas com Deficiência.

O pai, Duarte Rodrigues, confessa que ali está o fruto de alguns anos de trabalho, já que o filho sempre demonstrou “jeito para a pintura”.

Membro da Associação de Pais e Amigos de Crianças com Necessidades Especiais, Duarte Rodrigues confessa as dificuldades de lidar com este tipo de problemas: “qualquer pessoa deixa o filho com a avó ou a tia e vai passar o fim-de-semana ou jantar fora. Nós, pais de pessoas com deficiência não temos essa possibilidade”.

Duarte Rodrigues acredita que a associação vai poder dar resposta a este tipo de situações, mas não só, independentemente de estar sedeada em Alfândega da Fé ou noutra qualquer localidade.

“ Se a associação permitir que uma pessoa especializada fique umas horas com a criança, será um alívio enorme”, apontou.


 O município de Alfândega da Fé estabeleceu um protocolo com o Instituto Nacional de Reabilitação (INR) para a criação de um Serviço de Informação e Mediação para Pessoas com Deficiência. Este serviço, único em todo o distrito, vai disponibilizar aos cidadãos com necessidades especiais todo o tipo de informações e respostas adequadas às suas dificuldades, conforme explicou a directora do INR, Alexandra Pimenta.

“Neste local as pessoas podem ter informação sobre os serviços existentes na comunidade e também encontrar um mediador que assegure o acesso aos serviços de que necessita, ou que acabe por mediar oportunidades de inclusão para as pessoas com deficiência nos vários serviços e até à nível de entidades locais que queiram dar estágios ou proporcionar experiências de emprego a pessoas com deficiências ou com dificuldades”.

O serviço vai funcionar no piso inferior da Biblioteca Municipal de Alfândega da Fé, todos os dias, durante a manhã. As informações vão ser prestadas por uma equipa técnica cuja formação será assegurada pelo INR.

A aposta na criação de uma infra-estrutura com respostas direccionadas aos cidadãos com necessidades especiais insere-se numa política de inclusão que a autarquia pretende desenvolver durante este mandato. A autarca, Berta Nunes, apontou que num primeiro levantamento, no concelho, foram identificadas 60 famílias com problemas a este nível. No entanto, o número pode ser superior:

“é uma fatia muito importante da nossa população porque somos cerca de seis mil habitantes e provavelmente há situações que não estão identificadas”.

Berta Nunes quer, por isso, desenvolver outros projectos nesta área, nomeadamente a criação da Escola de Pais, à semelhança do que aconteceu em Bragança. Actualmente já há 60 pessoas inscritas, entre técnicos, familiares e pais de pessoas com deficiências. A formação vai iniciar-se em breve e ficará sob a responsabilidade de Celmira Macedo. Celmira Macedo será também a responsável pela criação do projecto “Alfândega Inclusiva”, no qual se pretende criar todo o tipo de estruturas que possam apoiar os cidadãos com necessidades especiais.

A técnica é ainda a responsável da Associação de Pais e Amigos de Crianças com Necessidades Especiais (LEQUE), cuja sede ficará também na vila alfandeguense mas com filiais em vários concelhos do distrito de Bragança.

A autarquia tem também uma candidatura aprovada para a intervenção ao nível da reabilitação urbana e que terá como orientação fundamental a questão das acessibilidades.

“É necessário ter em atenção as acessibilidades, não só para as pessoas com deficiência mas para todos os que têm mobilidade reduzida, nomeadamente os idosos”, apontou Berta Nunes.

A câmara vai ainda apostar na sensibilização da comunidade para este tipo de questões.


O Governador Civil de Bragança, Jorge Gomes, admitiu hoje que a falta de recursos humanos pode por em causa o funcionamento do Centro de Cooperação Policial e Aduaneira (CCPA) de Quintanilha e a consequente cooperação entre Portugal e Espanha.

"O CCPA enferma de um mal que temos de ultrapassar", disse o representante do Governo português numa conferência sobre segurança transfronteiriça que juntou, em Bragança, entidades portuguesas e espanholas.

O debate foi promovido no âmbito dos 97 anos da GNR de Bragança, que viu mais uma vez enaltecido o trabalho na operação que levou à detenção de dois terroristas da ETA, em janeiro, na zona de Torre de Moncorvo.

 

Este texto da agência Lusa foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

 

Fonte: Lusa



Related Posts with Thumbnails
últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
subscrever feeds
Locations of visitors to this page
Eu sou Jornalista
pesquisar neste blog
 
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
blogs SAPO