Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
31 de Outubro de 2008

 

“Quem no canhoto não se aquecer e da cabra não comer, um ano de azar vai ter”.

 

A aldeia de Cidões, em Vinhais, volta a preparar mais uma Noite das Bruxas, mas aqui não há vassouras, chapéus cónicos ou abóboras iluminadas, tradições importadas de outros países. Em Cidões esconjura-se o diabo e a má sorte comendo cabra "machorra" (cabras estéreis), cozinhadas em gigantecos potes, numa fogueira enorme que se há-de acender junto a um cruzamento.

As origens desta festa perdem-se no tempo. Nesta noite, ninguém dorme em Cidões. Os rapazes, evocando energias renovadoras e propícias do caos que caracteriza o fim e o início de um ciclo, irão revirar a aldeia do avesso, partindo vasos de flores e fazendo passear, toda a noite, pela aldeia, um carro de bois antigo, num "chiadouro" de meter medo. Ao longo de toda a noite, os visitantes e locais partilharão nozes, castanhas, vinho, e outras iguarias próprias da época, acompanhadas de histórias de outro tempo. Será certamente uma noite diferente, a não perder.

 

 

publicado por Lacra às 14:00

 O presidente da comissão instaladora da recém-criada Universidade Federal da Integração Luso-Afro-Brasileira (Unilab), Paulo Speller, esteve em Bragança, na semana passada, numa reunião com o Instituto Politécnico de Bragança (IPB) para aprofundar o que pode vir a ser uma relação bilateral de troca de experiências entre as duas instituições. A Unilab contempla um conjunto de três universidades de integração internacional – a Universidade Federal da Integração Latino Americana, na Foz do Iguaçu (Paraná), a Universidade Federal da Integração Amazónica, que integra oito países da bacia amazónica e tem sede em Santarém (Pará), e a Universidade Federal da Integração Luso-Afro-Brasileira, com sede em Redenção (Ceará). Esta instituição pretende iniciar um processo de interligação com os países de Língua Portuguesa, bem como com as instituições desses países, para o desenvolvimento de actividades e cursos em várias áreas. Em Portugal, Paulo Speller esteve no Porto e em Bragança e destacou, em declarações ao Mensageiro, o papel de “destaque” que o IPB poderá vir a assumir em cursos nas áreas das Ciências Agrárias, Saúde e Formação de Professores.


A Unilab ainda não tem um modelo definido. A comissão tomou posse apenas há 15 dias e as actividades ainda estão a ser programadas. Para já, segundo o reitor, vão ser desenvolvidos uma série de seminários e actividades que permitam conhecer as experiências de outras instituições, entre as quais o IPB. “Bragança tem experiências inovadoras numa das áreas que mais nos interessa, Ciências Agrárias, e, por isso, vamos construir uma agenda de trabalho com o IPB para conhecer essas experiências”, apontou. Paulo Speller desempenhou, até há poucos dias, o papel de reitor da Universidade Federal de Mato Grosso. O mandato terminou recente, mas foram já estabelecidas relações que deverão ser agora aprofundadas pela nova reitora, que também já esteve em Bragança. 

 

Fonte: Mensageiro

 

publicado por Lacra às 13:50

 Em directo para todo o planeta terra, Bragança tem agora a Local Visão. Já aqui foi noticiada a criação deste novo "órgão", se é que se pode chamar "órgão de comunicação social" a uma plataforma onde são colocados vídeos, feitos por pessoas que não têm o mínimo de conhecimentos sobre jornalismo, muito menos de jornalismo televisivo.

 

Acima de tudo, depois do que vi, aconselhava as pessoas que colaboram no projecto a procurarem fazer uma formação na área, (o CENJOR em Lisboa é uma entidade com boas credenciais) e a procurarem ainda fazer uma formação em entoação da fala para assim poderem melhor articular as palavras e melhorar a pronúncia que é de arrepiar!!!

 

Eu ainda gostava de saber quem paga os conteúdos e se isto é lícito. Será que o Sindicato dos Jornalistas aprova?


 


O centro da cidade de Bragança foi assolado por uma onda de assaltos. De quarta para quinta (26 para 27 de outubro), de madrugada, quatro estabelecimentos do centro da cidade e uma escola foram assaltados. A PSP registou quatro queixas de furto e admite já ter identificado os assaltantes.

Os assaltantes passaram por quatro estabelecimentos comerciais - um café, um salão de cabeleireiro, uma pastelaria, uma loja de materiais de construção civil e, por último, a escola primária da Estação.

Em todos os locais, os assaltantes entraram depois de partir janelas ou arrombando as fechaduras das portas. Mas não tiveram grande sorte porque o produto dos furtos variou entre os 12 e os 200 euros, quantias que estavam nas caixas registadoras dos estabelecimentos.

 

Agora eu pergunto, então e onde estava a polícia? É que durante a semana do caloiro foi vê-los a fazer operações stop; se deixar o carro na Sá Carneiro, sem o ticket de estacionamento, aparece logo PSP, só quando é mesmo necessária é que ninguém sabe onde eles param.....

publicado por Lacra às 10:49
tags:

Começa hoje, e até domingo, mais uma Feira da Castanha, em Vinhais, a Rural Castanea. Neste certame, além da venda e exposição de castanhas, os visitantes podem ainda contar com a oferta de produtos típicos desta época do ano. O "Mercado das Colheitas de Outono" é uma das apostas do município que, assim, quer ajudar os produtores do concelho a vender os produtos tradicionais.

Na área de exposição haverá espaço para os produtos de qualidade, para as empresas do sector da castanha e exposição de máquinas agrícolas. 

Para quem quiser desfrutar, sem demoras, dos produtos de Outono, temperados com castanhas, poderá fazê-lo em 12 restaurantes do concelho que aderiram às Semana Gastronómica da Castanha. 

Para quem vá apenas provar a castanha assada, o modo mais simples de apreciar o fruto da época, poderá fazê-lo, gratuitamente. O Maior Assador do Mundo (recorde do Guinesse) estará mais uma vez apto a oferecer castanhas assadas a quem as quiser provar. O visitante só terá de pagar pelo vinho e jeropiga.

O programa complementar inclui ainda animação musical (ranchos, caretos e alguns grupos como Via Latina ou Marco Paulo), passeios de burro no Parque Biológico (entrada grátis para as crianças); passeios de BTT, e provas de perícia de tractores.

 

 

publicado por Lacra às 07:36
30 de Outubro de 2008

 “Este ano, pouca castanha há-de haver para o São Martinho”. O lamento é já uma ladainha que anda na boca dos pequenos produtores de castanha da Terra Fria. Este ano, as grandes amplitudes térmicas verificadas nos últimos 15 dias, a par da falta de pluviosidade, parecem estar associadas à má produção: os ouriços continuam fechados e por cair. A pouca castanha que há, é pequena. Muita dela está já seca, dentro dos ouriços, que, este ano, à semelhança do que aconteceu no ano passado, permanecem encerrados, obrigando os “apanhadores” a “desouriçar” o fruto.

publicado por Lacra às 16:35
tags:

O Instituto Politécnico de Bragança (IPB) quer fazer de Bragança o distrito mais qualificado do país. Para tal, o presidente da instituição, Sobrinho Teixeira, aponta como caminhos a aposta nos Cursos de Especialização Tecnológica (CETs), que estão a funcionar não só em Bragança, mas também em Torre de Moncorvo e em Mogadouro, e a entrada de alunos maiores de 23 anos.

Sobrinho Teixeira diz que só através da requalificação do público adulto, com mais de 18 anos, é possível vir a estreitar o fosso que existe, ao nível de trabalhadores licenciados, entre Portugal e os 25 países da União Europeia.

publicado por Lacra às 12:33
tags:
29 de Outubro de 2008

 Lucros da EP cobrem “alegado” prejuízo da Auto-estrada

A Auto-Estrada Transmontana, que vai ligar Vila Real a Bragança “é a única das novas grandes concessões rodoviárias que dará prejuízo à Estradas de Portugal que tem, no entanto, garantidos lucros para cobrir quase cinco vezes esse défice, segundo estudos oficiais de viabilidade”, adiantou a Lusa. A via não terá custos para o utilizador em grande parte da sua extensão, mas, nos estudos e projecções, apresenta saldo negativo, com um prejuízo superior a 1500 milhões de euros, nos 75 anos de concessão. No entanto, para além do contrato de concessão prever compensações à EP, o conjunto das quatro concessões adjudicadas pelo Governo à EP, do qual a auto-estrada faz parte e onde se inclui ainda o túnel do Marão e as concessões da Grande Lisboa e do Douro Litoral, representa para a empresa lucros que permitirão cobrir os prejuízos da auto-estrada em quase cinco vezes, ou seja, de cinco mil milhões de euros.


Só gostava de saber quanto já pagaram os TRANSMONTANOS pelos custos das dezenas de auto-estrada construídas no sul do país. E quanto pagaram pelas barragens do Douro que fornecem electricidade para mais de metade do país. E quanto paga cada cidadão pelas indemnizações aos municípios do oeste "prejudicados" pela não construção do aeroporto....Haja quem faça essas contas!

publicado por Lacra às 12:25
tags:
28 de Outubro de 2008

Dentro de três semanas poderá ser emitido um parecer positivo de viabilidade de construção referente ao projecto do aeroporto de Bragança por parte do Instituto Nacional de Aviação Civil (INAC). A informação foi adiantada por Jorge Nunes, presidente da Câmara Municipal de Bragança, tendo acrescentado que, obtido esse parecer, “procederemos à apresentação formal do Plano Director do Aeroporto, que prevê o que fazer, faseamento e estudo de impacto ambiental”. Terminada esta fase, como referiu o autarca, “passaremos aos projectos de execução e parte financeira”.

No que diz respeito à instalação de hangares e oficinas de manutenção, compromisso assumido pela actual operadora, Aeronorte, o autarca está confiante no investimento, justificando que a empresa garante a continuidade dos projectos e que “a cedência para a construção aconteceu antes de a Aeronorte ter obtido a concessão temporária da ligação Bragança/Lisboa”. Quanto à nova operadora, a Aerovip, que assumirá a ligação Bragança/Lisboa no final do ano, Jorge Nunes espera “que os contratos sejam cumpridos e que a regularidade prevaleça sempre em cada momento, pois é a única forma de fidelizar utilizadores da linha e dar garantias de credibilidade a quem precisa de utilizar os voos”. A autarquia tem ainda em cima da mesa a possibilidade de uma empresa de baixo custo vir a operar em Bragança, como a Ryanair, como explicou o presidente: “à Ryanair enviámos o dossier técnico, mas ainda não há evoluções que nos permitam avançar com qualquer expectativa”. No entanto, como concluiu, “se tivermos a infraestrutura construída podemos viabilizar mais contactos nesse âmbito”.


Fonte: Mensageiro
publicado por Lacra às 16:12

O relatório final do inquérito ao último acidente na Linha do Tua aponta «defeitos grosseiros» na via férrea e anomalias na automotora que, conjugados, terão originado o descarrilamento a 22 de Agosto. O relatório está aqui disponível. A Refer escusa-se, no entanto, de comentar.....

 

Como diz Paulo Ferreira (JN) na sua crónica de hoje: " o principal problema da Linha do Tua é situar-se....no Tua. O facto de se encontrar numa região votada ao abandono há muitos anos, e provavelmente de forma irreversível, ditou-lhe a sorte". Só esperamos que a culpa, desta vez, não morra solteira....

 

publicado por Lacra às 10:26



Related Posts with Thumbnails
últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
subscrever feeds
Locations of visitors to this page
Eu sou Jornalista
pesquisar neste blog
 
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
15
18
19
blogs SAPO