Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
03 de Dezembro de 2009

 Carlos Jesus Rodrigues, conhecido por Carlitos, de 40 anos, é o novo técnico do Bragança, rendendo no cargo António Miranda, vítima dos maus resultados, e assume “sem receios” a ambição da equipa nordestina: a subida de divisão. Tempo tem, é verdade, qualidade também, segundo o próprio, ainda que o grupo venha a ser reforçado no imediato, com a contratação de um defesa-central. Como futebolista, Carlitos chegou a ser uma promessa do Vitória de Guimarães e, penduradas as chuteiras, foi no Fafe que deu os primeiros passos como treinador. Em três épocas e meia, o novo técnico do Bragança esteve com a equipa minhota na II Divisão e, depois, na III Divisão, série A, pelo que conhece bem os terrenos que pisa. Aliás, Carlitos era um dos potenciais substitutos de Lopes da Silva, mas a escolha acabou por recair em Miranda. Quis o destino que o “casamento” se realizasse em segundas núpcias, passe a imagem. “É verdade que estive para vir no início da época, mas por isto ou por aquilo não aconteceu. Estou cá agora e sinto-me extremamente feliz”, confessou Carlitos ao “Mensageiro Notícias”, pouco depois de ter conhecido o grupo e de avançar para o primeiro treino, a fim de tomar o pulso à rapaziada. Mesmo acabado de chegar, Carlitos confia que o trabalho a desenvolver dará frutos a breve trecho, alicerçando a convicção no valor que a equipa brigantina alberga. “O Bragança tem um projecto credível e apetrechou-se bem para a campanha em curso. A equipa tem qualidade, há que potenciá-la com o trabalho diário.” O entrevistado crê que chega em boa altura, na retoma do campeonato, e recebendo já depois de amanhã o Santa Maria: “É um jogo que queremos ganhar. Nada melhor que uma vitória na estreia, na minha apresentação aos sócios. Um triunfo trará, seguramente, a confiança de volta ao grupo e poderemos aproveitar depois o que se avizinha, já que nas três rondas seguintes jogamos duas vezes em casa.” “Sem quaisquer receios”, como vincou, Carlitos não contorna o propósito que norteia o Bragança: “É para acabar entre os seis melhores a primeira fase e, depois, atacar a subida.” No que toca a retoques no plantel, além da urgente contratação de um defesa-central, só depois de uma avaliação profunda e sem pressas.

Manuel Martins de olho na algibeira

Presidente de uma direcção que honra compromissos e tem arrumado a casa, Manuel Martins enalteceu a forma “elegante e correcta” como António Miranda deixou o Bragança, ainda que situações do género mexam sempre com os orçamentos. “Por princípio, sou contra as denominadas chicotadas, embora reconheça que os sócios têm legitimidade para se manifestar”, referiu o líder do GDB, satisfeito por o técnico-adjunto Ilídio e o professor Costinha continuarem a prestar apoio a Carlitos. Dada a anuência para a contratação de um defesa-central, Manuel Martins crê, também, que “existe qualidade” e que o Bragança é “sempre candidato à subida de divisão”. “Veremos se o conseguimos ou não, mas a equipa é, repito, capaz”, finalizou.

Fonte: Mensageiro Notícias

publicado por Lacra às 10:04



Related Posts with Thumbnails
últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
Locations of visitors to this page
Eu sou Jornalista
pesquisar neste blog
 
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
19
26
blogs SAPO