Dia-a-dia de um distrito rural, doze concelhos e meia dúzia de pequenas cidades encravadas nas montanhas mais a norte de Portugal
19 de Novembro de 2009

Um professor da Escola Superior Agrária (ESA) de Bragança denuncia a existência de uma burla que tem estado a afectar várias pessoas do Nordeste Transmontano. A situação estará a acontecer aproveitando a realização de um projecto de marcação por GPS dos animais no distrito de Bragança.

Os casos de burla detectados estão relacionados com um Projecto Internacional que envolve a Junta de Castilha e Leon, a Direcção Nacional de Veterinária e a ESA de Bragança (que faz o trabalho de campo), na marcação por GPS, dos locais onde estão os animais e quantos são. “Um processo que poderá ter grande utilidade num hipotético cenário de epidemia”, refere Álvaro Mendonça.

O objectivo da marcação é “saber exactamente quantos animais existem de cada espécie”, concelho a concelho, aldeia a aldeia. Para além disso, pretende saber o número total e a sua distribuição. “No caso de haver uma epidemia, sabe-se exactamente onde estão os animais”, conta aquele docente.

No entanto, durante a visita de várias técnicas, ao concelho de Mirandela, foram detectados alguns casos “de alguém que se faz passar por elementos do projecto e que pedem dinheiro às pessoas” para fazer este trabalho. A GNR já foi avisada. Já foi feito também um pedido à Direcção Geral de Veterinária para avisar os presidentes de Juntas do que se está a passar, “para as pessoas não serem lesadas e levarmos o nosso trabalho a bom porto”, acrescenta aquele professor da ESA de Bragança que tem receio, se as pessoas forem lesadas, “quando aparecerem os colaboradores podem ser maltratados por serem confundidos com as pessoas que fizeram a vigarice”, diz.

Álvaro Mendonça enumera três pontos essências para que as pessoas não se deixem enganar: “as técnicas estão identificadas com um crachá na lapela, com o nome e o símbolo oficial da Escola Agrária. Também não cobram dinheiro pelo serviço e são sempre acompanhadas por gente da aldeia.”

Fica o alerta de mais uma burla na região, desta vez alguém anda a fazer-se passar por técnico da Escola Superior Agrária de Bragança, e assim extorquir dinheiro às pessoas.

 

Texto de Fernando Pires in Mensageiro Notícias 

publicado por Lacra às 15:23



Related Posts with Thumbnails
últ. comentários
obrigado Cris:)
Bem vinda :))
Helder Fráguas sofreu a perda da sua companheira, ...
Para mim e para muita gente a volta às adegas para...
Estou habituado na leitura de blogs on line, adoro...
me llamo fedra soy de santa fe argentina tengo 9 ...
Carissimos,Eu não sei quem inseriu o comentário em...
todos os comentários estão disponíveis e vísiveis.
Como faço para ler os outros comentários ? Ou esse...
deixo aqui o meu comentário; por acaso pude apreci...
Locations of visitors to this page
Eu sou Jornalista
pesquisar neste blog
 
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
17
28
blogs SAPO